COVID DISTANCIA O CORPO E A EDUCAÇÃO? UM DIÁLOGO ENTRE MERLEAU-PONTY E DEWEY PARA SITUAÇÃO ATUAL

Autores

  • Elton Samuel Moreira de Oliveira da Silva Faculdade Dom Alberto

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5131

Palavras-chave:

COVID-19. Educação. Fenomenologia.

Resumo

Neste artigo, o objetivo é fazer um simples diálogo com os pensadores John Dewey e Maurice Merleau-Ponty sobre os impactos da COVID-19 para a Educação. Vivenciando no momento de resguardo, nos protegendo de um ser invisível sem ter um contato físico com o outro, com o olhar dos teóricos citados, iremos visualizar se o ensino remoto nos fez distanciar sobre a perspectiva de corpo e educação para o estudante de ensino básico em tempos de COVID-19, já que o corpo e a experiência conseguem adaptar-se com o ambiente, mas sem a experiência tátil e a interação corpórea fica difícil a percepção de mundo mesmo aprendendo e se vendo pelas telas.

Biografia do Autor

Elton Samuel Moreira de Oliveira da Silva, Faculdade Dom Alberto

Pós-Graduando em Antropologia (UniBf). Professor de Artes Secretaria Estadual de Educação e Desporto do Amazonas (SEDUC-AM)- Amazonas. Graduado em Licenciatura em Dança (UEA) Especializado em Arte na Educação (Faculdade Dom Alberto); Arte e Educação (Faculdade Uniasselvi). E-mail: Elton.mo.silva@icloud.com. https://orcid.org/ 0000-0003-4498-1552 http://lattes.cnpq.br/1498211961593564.

Downloads

Publicado

30/04/2022

Como Citar

Silva, E. S. M. de O. da . (2022). COVID DISTANCIA O CORPO E A EDUCAÇÃO? UM DIÁLOGO ENTRE MERLEAU-PONTY E DEWEY PARA SITUAÇÃO ATUAL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(4), 1257–1263. https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5131