A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC) PARA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Antônia Avanildes Cardozo Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas - ICE
  • Adriana Aparecida da Cruz Alves Faculdade Poliensino - FP
  • Carina da Silveira Campos Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT
  • Eliane Maria de Lima Paixão Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas – ICE
  • Gleice Aparecida Martins Faculdade São Luíz
  • Raiza Mara Aparecida de Almeida Insituto de Ensino Superior de Minas Gerais – IESMIG
  • Silvia Casmal de Freitas Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2796

Palavras-chave:

Base Nacional Comum Curricular. Educação Infantil. Currículo.

Resumo

Este artigo analisa os desenvolvimentos da Base Curricular Comum Nacional (BNCC) para a educação infantil e destaca os avanços e retrocessos dessa base. Conclui-se que o documento é ambíguo porque, embora represente avanços na educação infantil, principalmente no que se refere ao conceito de infância e organização curricular, apresenta retrocessos em seus desdobramentos para a prática pedagógica e por si só como documento normativo característico que limita a autonomia de professores e crianças na elaboração de currículos.

Biografia do Autor

Antônia Avanildes Cardozo, Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas - ICE

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRG, Especialista em Educação Ambiental pelas Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas - ICE. 

Adriana Aparecida da Cruz Alves, Faculdade Poliensino - FP

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá – UNIC. Especialista em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade São Luíz. Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade Poliensino - FP.

Carina da Silveira Campos, Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT.

Eliane Maria de Lima Paixão, Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas – ICE

Graduada em Pedagogia pelas Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas – ICE, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pelas Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas – ICE.

Gleice Aparecida Martins, Faculdade São Luíz

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá – UNIC. Especialista em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade São Luíz.

Raiza Mara Aparecida de Almeida, Insituto de Ensino Superior de Minas Gerais – IESMIG

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá – UNIC, Especialista em Neuropsicopedagogia pelo Insituto de Ensino Superior de Minas Gerais – IESMIG.

Silvia Casmal de Freitas, Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá – UNIC. Especialista em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade São Luíz. Especialista em Educação Infantil com Ênfase em Alfabetização pela Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia.

Downloads

Publicado

06/11/2021

Como Citar

Cardozo, A. A. ., Alves, A. A. da C. ., Campos, C. da S. ., Paixão, E. M. de L. ., Martins, G. A. ., Almeida, R. M. A. de ., & Freitas, S. C. de . (2021). A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC) PARA EDUCAÇÃO INFANTIL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 2266–2276. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2796

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)