O CÉREBRO ANIMADO DA CRIANÇA: A ANIMAÇÃO NARUTO ENQUANTO CONCEITO PRÁTICO DE INTERAGENTE-CORPÓREO NA ESCOLA

Autores

  • Isac dos Santos Pereira Universidade Anhembi Morumbi

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.4980

Palavras-chave:

Interagentes-corpóreos. Criança. Audiovisual. Desenhos. Imaginários.

Resumo

Dias após dias, meses após meses... Memórias sobre memórias, objetivos sobre objetivos... Lágrimas de dores, lágrimas de conquistas... Amizades... Quiçá, resumam a animação Naruto, sintetizem os sentimentos emanados no contemplador (criança) ativo. Face a isso, o presente artigo objetiva por salientar a importância das animações que a criança toma para si como objeto de Arte significativo a ponto de lhe conformar como sujeito ativo e criativo diante da matéria para a criação de suas obras. Enquanto interagente-corpóreo em sua concretude, a animação Naruto possibilita ao contemplador um intercâmbio para além do ver, sendo mostrada doravante por intermédio da metodologia de campo em que o pesquisador coletou diversos desenhos em uma linha temporal na sala de aula com crianças do Fundamental I, sendo alguns deles inseridos no decorrer do texto. A pesquisa também se fundamenta, preponderantemente, em reflexões teóricas com autores da Arte/Educação, neurociências, comunicação audiovisual, entre outros. Tão logo, considera-se que é mais do que premente a formação e interação do Arte/Educador para as mídias preferidas de seus educandos e, ao mesmo tempo entender e receber essas produções artísticas diferentes e criativas desses pequenos aventureiros que se confrontam e conformam sua Arte a partir das relações que estabelecem com diversos outros interagentes-corpóreos.

Biografia do Autor

Isac dos Santos Pereira, Universidade Anhembi Morumbi

Doutorando em Comunicação Audiovisual pela Universidade Anhembi Morumbi, com Bolsa Institucional por Mérito Acadêmico e com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-Brasil (CAPES). Possui Mestrado em Comunicação Audiovisual com pesquisa sobre a animação Naruto na sala de aula e especialização em Neurociências aplicada a Educação pela Universidade Anhembi Morumbi. Especialização em Arte/Educação: teoria e prática pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e graduação em Artes Visuais pela Faculdade Paulista de Artes. Arte/Educador na Prefeitura do município de São Paulo, trabalhando com crianças e jovens do Fundamental I e II desde 2014. Conhecimentos básicos em órgão eletrônico, teclado e Violino. Atua no componente Arte com ênfase em pesquisa nos temas História da Arte/Educação Modernista e Pós-modernista e sua interlocução com a comunicação audiovisual, Arte na Educação Escolar, Animações, desenhos e pintura infanto-juvenis feitas nas aulas de Arte. Atualmente, também participa do grupo de estudos de professores ativos na educação paulista, com reflexões e publicações de livros sobre Arte/educação e Educação em geral no sistema escolar contemporâneo. Direciona e organiza os livros pela Editora Livro Alternativo. Criador e autor principal dos textos da Coluna Catalog Art: Naveg Ações de Estudantes da revista Primeira Evolução, onde publica desenhos e pinturas de estudantes do fundamental I com reflexões teóricas diversas.

Downloads

Publicado

30/04/2022

Como Citar

Pereira, I. dos S. . (2022). O CÉREBRO ANIMADO DA CRIANÇA: A ANIMAÇÃO NARUTO ENQUANTO CONCEITO PRÁTICO DE INTERAGENTE-CORPÓREO NA ESCOLA . Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(4), 101–119. https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.4980