A IMPORTÂNCIA DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NO ENSINO-APRENDIZAGEM

Autores

  • Ardélia Silva Pedraça Faculdade de Tecnologia Equipe Darwin
  • Beatriz do Espírito Santo Faculdades Integradas de Várzea Grande
  • Bernadete do Espírito Santo Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas
  • Carla Auxiliadora Barreto Romão Faculdade Afirmativo
  • Daiani Vieira dos Santos Faculdade Afirmativo
  • Débora Boaventura de Oliveira Faculdade Afirmativo
  • Eliane Maria de Lima Paixão Instituto Cuiabano de Educação
  • Enedina Rodrigues de Jesus Pereira Universidade Federal de Mato Grosso
  • Gonçalina Maria de Jesus Santos Faculdade do Instituto Panamericano
  • Joilce Marinho Pereira Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia
  • Lucimar Dias de Oliveira Gomes Faculdade Atitude de Educação Continuada
  • Mayara Almeida Gomes Faculdade Afirmativo
  • Meire Lucia da Silva Souza Faculdades Integradas de Cuiabá
  • Raquel de Almeida Santos Faculdade Afirmativo
  • Rosana do Carmo Araújo Lobo Faculdade FOCUS
  • Rosinete Rodrigues da Rosa Silva Faculdades Integradas de Várzea Grande
  • Sônia Almeida Santos Gomes Faculdade Afirmativo
  • Wanessa Virginio da Silva Instituto de Ensino Superior de Minas Gerais

Resumo

Este livro tem como objetivo compreender a importância da Contação de Histórias como ferramenta de ensino e aprendizagem, especialmente para crianças da educação infantil.

A Contação de Histórias promove o desenvolvimento geral da criança e promove pensamentos e atitudes positivas relacionadas à educação pessoal e social. Este livro foi elaborado por educadoras infantis interessadas, em tratar sobre tema de Contação de Histórias, permitindo que adentrar nesse universo e enfatizando a importância das experiências prazerosas que envolve a prática de contar histórias.

As histórias precisam fazer presentes no dia a dia das crianças desde a mais tenra idade, sendo que os seus pais e professores também insiram nas suas vidas esse tão preciso instrumento que, muito mais que de proporcionar momentos de ricos de prazer, encantamento, entretenimento, permite a imaginação, a fantasia e colabora sobremaneira com o desenvolvimento infantil em todos os níveis, transmite valores que regulamentam a boa convivência entre as pessoas, proporcionando aprendizagens das mais variadas formas, assim oportuniza momentos de total prazer e liberdade.

As histórias devem estar presentes na vida das crianças desde os seus primeiros meses, pois elas fazem parte do cotidiano, favorecem o desenvolvimento da imaginação e a troca de experiências através do convívio familiar.

A realidade de hoje mostra que a cada dia os pais têm menos contato com os seus filhos, onde estes passam a maior parte do tempo, sozinhos. Portanto, é muito importante que pais e professores se esforcem para preservar o brincar, as preferências de leitura, a expressão emocional e o desenvolvimento humano.

À luz dessas considerações, o interesse pelas questões de contar histórias surge do desejo de conhecer a importância e a contribuição das histórias e a sua relação com a aprendizagem das crianças.

Conforme Bassedas (1999, p. 54) apud Neri (2011), a escola infantil é considerada uma estrutura para o desenvolvimento, porque existem condições para que uma criança se desenvolva como ser humano. Apresenta experiências, vivências compartilhadas, emoções, frustrações neste ambiente. Lidar com essa situação com a ajuda de adultos e outras crianças dá-lhe novas oportunidades de crescer e seguir em frente. As histórias são muito úteis para transmissão de valores porque dão razão ao ser, e a comportamentos humanos, e que com esse recurso as crianças podem se desenvolver socialmente, oralmente, se expressar de uma forma concreta, manifestar os seus sentimentos existentes, valorizar o outro, sua opinião e sentimento, favorecer a sua aprendizagem, que essa pesquisa foi proposta a ser realizada.

O objetivo deste trabalho é estudar as contribuições da Contação de Histórias no ensino-aprendizagem de crianças, bem como identificar como se dá o desenvolvimento infantil nos aspectos motores, social, afetivo, oral e emocional; identificar a relação do lúdico com a aprendizagem infantil; analisar a Contação de Histórias como ferramenta de aprendizagem, bem como na alfabetização.

Este trabalho está dividido em três capítulos. O primeiro refere-se ao Desenvolvimento e a Aprendizagem Infantil. O segundo acerca da Aprendizagem Infantil. O terceiro trata da Contação de Histórias, e a relação desse recurso com o desenvolvimento e a aprendizagem infantil e alfabetização.

Por fim são relacionadas as considerações finais deste estudo.

Biografia do Autor

Ardélia Silva Pedraça, Faculdade de Tecnologia Equipe Darwin

Graduada em Pedagogia Universidade de Cuiabá  - UNIC, Especialista em Educação Infantil, Letramento e Alfabetização pela Faculdade de Tecnologia Equipe Darwin – FTED.

Beatriz do Espírito Santo, Faculdades Integradas de Várzea Grande

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Groso – UFMT, Especialista em Psicopedagogia – Gestão Escolar e Educação Especial pela Faculdades Integradas de Várzea Grande - FIAVEC.

Bernadete do Espírito Santo, Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas

Graduada em Pedagogia pela Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia, Especialista em Educação Infantil Séries Iniciais pela Faculdades Integradas Mato-Grossenses de Ciências Sociais e Humanas – INVEST.

Carla Auxiliadora Barreto Romão, Faculdade Afirmativo

Graduada em Pedagogia pela Faculdade Afirmativo.

Daiani Vieira dos Santos, Faculdade Afirmativo

Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário - UNIVAG, Especialista em Alfabetização e Letramento pelo Afirmativo.

Débora Boaventura de Oliveira, Faculdade Afirmativo

Graduada em Pedagogia pelo Instituto Superior de Educação Nossa Senhora de Fátima, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade Afirmativo.

Eliane Maria de Lima Paixão, Instituto Cuiabano de Educação

Graduada em Pedagogia pela Faculdadeds Integradas Mato-Grossense de Ciências Sociais e Humanas, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pelo Instituto Cuiabano de Educação – ICE.

Enedina Rodrigues de Jesus Pereira, Universidade Federal de Mato Grosso

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização.

Gonçalina Maria de Jesus Santos, Faculdade do Instituto Panamericano

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá – UNIC, Especialista em Educação Infantil – Anos Iniciais e Psicopedagogia pela Faculdade do Instituto Panamericano – FACIPAN.

Joilce Marinho Pereira, Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia

Graduada em Pedagogia pelo Instituto Cuiabano de Educação - ICE, Especialista em Educação Infantil pela Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia.

Lucimar Dias de Oliveira Gomes, Faculdade Atitude de Educação Continuada

Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário - UNIVAG, Especialista em Educação Infantil pela Faculdade Atitude de Educação Continuada – FAEC.

Mayara Almeida Gomes, Faculdade Afirmativo

[1] Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá - UNIC, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade Afirmativo.

Meire Lucia da Silva Souza, Faculdades Integradas de Cuiabá

Graduada em Pedagogia para a Educação Infantil pela Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, Especialista em Educação Infantil pela Faculdades Integradas de Cuiabá – FIC.

Raquel de Almeida Santos, Faculdade Afirmativo

Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário - UNIVAG, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade Afirmativo.

Rosana do Carmo Araújo Lobo, Faculdade FOCUS

Graduada em Pedagogia pela Faculdade INVEST de Ciências e Tecnologia, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade - FOCUS.

Rosinete Rodrigues da Rosa Silva, Faculdades Integradas de Várzea Grande

Graduada em Pedagogia pela Universidade de Cuiabá - UNIC, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdades Integradas de Várzea Grande - FIAVEC.

Sônia Almeida Santos Gomes, Faculdade Afirmativo

Graduada em Letras pelo Centro Universitário – UNIVAG, Graduada em Pedagogia pelo Instituto de Educação e Tecnologia – INET, Especialista em Educação de Jovens e Adultos – Faculdades Integradas de Cuiabá, Especialista em Educação Infantil e Alfabetização pela Faculdade Afirmativo.

Wanessa Virginio da Silva, Instituto de Ensino Superior de Minas Gerais

Graduada em Pedagogia pela Universidade Pitágoras – UNOPAR, especialista em Educação Infantil pelo Instituto de Ensino Superior de Minas Gerais  - IESMIG.

Downloads

Publicado

18/09/2021

Como Citar

Pedraça, A. S. ., Santo, B. do E. ., Santo, B. do E. ., Romão, C. A. B. ., Santos, D. V. dos ., Oliveira, D. B. de ., Paixão, E. M. de L. ., Pereira, E. R. de J. ., Santos, G. M. de J. ., Pereira, J. M. ., Gomes, L. D. de O. ., Gomes, M. A. ., Souza, M. L. da S. ., Santos, R. de A. ., Lobo, R. do C. A. ., Silva, R. R. da R. ., Gomes, S. A. S. ., & Silva, W. V. da . (2021). A IMPORTÂNCIA DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NO ENSINO-APRENDIZAGEM. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 06–57. Recuperado de https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/2114

Edição

Seção

E-books

Categorias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)