PADRÃO DOS CASOS DE SÍFILIS ADQUIRIDA NOTIFICADOS NO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS-SC NO PERÍODO DE 2012 À 2019

Autores

  • Marciane Gonçalves Maciel Universidade Federal de Santa Catarina
  • Oberdan Henrique Moreira de Melo Universidade Federal do Amazonas
  • Vinícius Paim Brasil Universidade Federal de Pelotas
  • Erica Larissa Pantoja de Souza Universidade do Estado do Amazonas
  • Luiz Henrique Gonçalves Maciel Universidade do Estado do Amazonas
  • Marcel Gonçalves Maciel Universidade do Estado do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v10i6.14257

Palavras-chave:

Sífilis. Treponema pallidum. Infecções por Treponema.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo descrever o padrão das notificações de sífilis adquirida registradas no município de Florianópolis. Trata-se de estudo descritivo, retrospectivo, com abordagem quantitativa que analisou o número dos casos de sífilis adquirida notificados no município de Florianópolis no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2019 disponíveis no Sistema de Informações de Agravo de Notificação (SINAN). Foram notificados 6.942 casos de sífilis adquirida no município de Florianópolis, em 2012 foram 268 notificações, tendo ao longo dos demais anos da série histórica os seguintes números: 2013 (435), 2014 (489), 2015 (596), 2016 (1.197), 2017 (1.447), 2018 (1.682) e 2019 (828) casos notificados. Em relação às unidades de notificação, 3.693 (53,2%) foram notificados pelo serviço de atenção primária a saúde, 3.110 (44,8%) no serviço de atenção secundária e 139 (2%) em unidades de serviço terciário, as taxas de incidência variaram de 61,87 a 341,19 por 100.000 habitantes/ano. Conclui-se, portanto, que houve tendência crescente de casos a partir do ano de 2016 a 2018 e com redução dos casos no ano de 2019, com maior registro de casos em indivíduos residentes em áreas consideradas de interesse social localizadas na região central do município.

Biografia do Autor

Marciane Gonçalves Maciel, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Enfermagem. Residência em Saúde da Família, Universidade Federal de Santa Catarina. 

Oberdan Henrique Moreira de Melo, Universidade Federal do Amazonas

Mestrando em Enfermagem, Universidade Federal do Amazonas/Universidade do Estado do Pará. 

Vinícius Paim Brasil, Universidade Federal de Pelotas

Mestre em Saúde Pública Epidemiologia, Universidade Federal de Pelotas. 

Erica Larissa Pantoja de Souza, Universidade do Estado do Amazonas

Graduação em Enfermagem, Universidade do Estado do Amazonas. 

Luiz Henrique Gonçalves Maciel, Universidade do Estado do Amazonas

Mestre em Doenças Tropicais e Infecciosas, Universidade do Estado do Amazonas. 

Marcel Gonçalves Maciel, Universidade do Estado do Amazonas

Doutor em Doenças Tropicais e Infecciosas, Universidade do Estado do Amazonas. 

Downloads

Publicado

2024-06-03

Como Citar

Maciel, M. G., Melo, O. H. M. de, Brasil, V. P., Souza, E. L. P. de, Maciel, L. H. G., & Maciel, M. G. (2024). PADRÃO DOS CASOS DE SÍFILIS ADQUIRIDA NOTIFICADOS NO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS-SC NO PERÍODO DE 2012 À 2019. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 10(6), 323–332. https://doi.org/10.51891/rease.v10i6.14257

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.