A EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO

Autores

  • Daniel Bramo Nascimento de Carvalho Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT
  • Mildon Carlos Calixto Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT
  • Advanusia Santos Silva de Oliveira Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT
  • Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento PUC- São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1353

Palavras-chave:

Ato Educativo. Conceito. Educação. Experiência.

Resumo

O presente texto tem como objetivo tratar da evolução do conceito de experiência entre os séculos XVI e XX da era cristã. Para isso, debruçou-se nas reflexões de Desiderus (1996), Dewey (1978), Locke (1983), Rousseau (2004), Spencer (s/d) e Verney (1952). Assim, apresentamos distintos diálogos no entorno do conceito experiência na tentativa exaustiva de estabelecer uma análise acurada deste tema complexo que move a dinâmica da respectiva pesquisa. O que interessou foi observar a trajetória do conceito em diferentes ideias e objetos de estudos, onde a experiência tomava forma enquanto conceito importante nas práticas de educação do homem. Portanto, concluímos que o conceito ocupou bastantes espaços entre as reflexões e objetos de estudos dos pensadores filosóficos e da educação, demonstrando, assim, que compreender a experiência é compreender um pouco dos métodos educacionais que eram aplicados em diferentes séculos da história do homem.

 

Biografia do Autor

Daniel Bramo Nascimento de Carvalho, Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT

Doutorando em Educação pela Universidade Tiradentes de Sergipe (PPED/UNIT). Mestre em Educação pelo PPED e Licenciado em História pela Universidade Tiradentes. Membro e pesquisador do Grupo de Estudo Comunicação, Educação e Sociedade. (GECES). E-mail: historiadobramo@gmail.com. Lattes: http://lattes.cnpq.br/ 7736202864956920. Orcid https://orcid.org/0000-0001-8491-3875.

Mildon Carlos Calixto, Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT

Doutorando em Educação pela Universidade Tiradentes de Sergipe (PPED/UNIT).  Mestre em educação pela Universidade Tiradentes de Sergipe. Professor de nível superior. E-mail: mildoneduc@gmail.com. Lattes: http://lattes.cnpq.br/ 9886255471607.

Advanusia Santos Silva de Oliveira, Universidade Tiradentes de Sergipe- UNIT

Doutoranda em Educação pela Universidade Tiradentes de Sergipe (PPED/UNIT). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe.  Professora da Rede pública Municipal de Aracaju. Licenciada em Pedagogia e Letras Português e Espanhol. Membro do Grupo de Pesquisa Docência, Avaliação, Currículo e Contemporaneidade – GPDACC/CNPq/UNIT. Lattes:http://lattes.cnpq.br/9739867713346850. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2654-8683.

Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento, PUC- São Paulo

Doutora em História da Educação pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade da PUC de São Paulo. Mestre em Educação pelo Núcleo de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe. Bolsista de Produtividade em Educação pelo CNPq,
desde 2012. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unit, coordenando no período de 2006 a 2013. Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da mesma instituição, no período de 2011 a 2015. Membro da Academia Sergipana de Letras, da Academia Sergipana de Educação, da Academia Brasileira Rotária de Letras/SE, da Academia  Brasileira Teológica de Letras/SE, da Sociedade Bíblica do Brasil/SE, da Sociedade Brasileira de História da Educação. Lidera o Grupo de Pesquisa História das Práticas Educacionais/CNPq/UNIT. E-mail: esterfraga@gmail.com. Lattes: http://lattes.cnpq.br/ 5387293048319734. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-4050-767X.

Downloads

Publicado

30/06/2021

Como Citar

Carvalho, D. B. N. de ., Calixto, M. C. ., Oliveira, A. S. S. de ., & Nascimento, E. F. V.-B. C. do . (2021). A EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(6), 34–50. https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1353