TRANSTORNO DE OPOSIÇÃO DESAFIANTE (TOD): INTERVENÇÃO COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

Autores

  • Lidiane Rodrigues Viana Estácio de Macapá
  • Maria das Graças Teles Martins Estácio de Macapá

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i12.8024

Palavras-chave:

Transtorno de Oposição Desafiante. Criança. Terapia Cognitivo-Comportamental. Psicologia.

Resumo

INTRODUÇÃO: O Transtorno de Oposição Desafiante (TOD) afeta crianças ou adolescentes. Apresenta características como desobediência, irritabilidade, raiva, comportamentos desafiadores, contestadores e negativistas para com figuras de autoridade. Fatores biológicos, temperamentais, aprendidos e condições psicológicas contribuem para padrões instáveis do TOD. OBJETIVO: Compreender as consequências provocadas pelo Transtorno de Oposição Desafiante (TOD) na criança e a atuação da terapia cognitivo comportamental no contexto da intervenção. METODOLOGIA: A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica e exploratória. Os materiais foram livros, teses, dissertações, monografias e artigos científicos disponíveis em bases de dados da Scielo, Pepsic, BvSaude, Periódicos eletrônicos. RESULTADOS: Evidenciou-se que as características das crianças com TOD envolvem temperamento impulsivo, desafiador e intolerância a frustrações e inabilidade no manejo social. Pode estar presente, perda frequente de paciência, alta irritabilidade, comportamento agressivo, impulsividade, ansiedade, teimosia constante, impaciência, hostilidade, forte descontrole emocional. A TCC se apresenta eficiente nas intervenções em crianças com o TOD. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A intervenção da terapia cognitivo-comportamental (TCC) no tratamento do TOD se apresenta efetiva e envolve técnicas e estratégias direcionadas ao paciente tanto no ambiente clínico terapêutico, como no seu ambiente domiciliar, envolvendo os pais e outros sujeitos de seu convívio. Na intervenção da TCC o estabelecimento do vínculo, avaliação e formulação cuidadosa do caso, postura empática e assertiva, escuta atenta e respeitosa, sistema colaborativo entre paciente e terapeuta são importantes.

Biografia do Autor

Lidiane Rodrigues Viana, Estácio de Macapá

Acadêmica do 10º. Semestre em Psicologia/ Estácio de Macapá. 

Maria das Graças Teles Martins, Estácio de Macapá

Professora, Psicóloga, Mestre em Saúde Coletiva (UNIFESP) e Ciências da Educação (ULHT-Portugal). 

Downloads

Publicado

30/12/2022

Como Citar

Viana, L. R. ., & Martins, M. das G. T. . (2022). TRANSTORNO DE OPOSIÇÃO DESAFIANTE (TOD): INTERVENÇÃO COGNITIVO-COMPORTAMENTAL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(12), 355–373. https://doi.org/10.51891/rease.v8i12.8024

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)