A POLÍTICA DO FILHO ÚNICO NA CHINA E SEUS IMPACTOS SOCIOCULTURAIS

Autores

  • Lígia Valentina Colusso Menin Centro Universitário Dinâmica das Cataratas
  • Osvaldo Alencar Billig Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i8.6508

Palavras-chave:

Políticas populacionais. China. Filho único. Impactos sociais.

Resumo

A Política do Filho Único foi desenvolvida e implementada como forma de suprimir as preocupações com o avanço populacional na China. Antes da mesma, após o país enfrentar problemas com a fome medidas para conter a taxa de fecundidade foram impostas. Estas por sua vez, obtiveram uma redução considerável no número de nascimentos, mas ainda não eram julgadas suficientes para o avanço do plano econômico estipulado. A justificativa para a imposição de tais medidas estava vinculada a diminuição das taxas de fecundidade para gerar um acesso a um sistema de saúde mais satisfatório para população, garantia de educação de qualidade e oportunidades de emprego gerando melhora econômica geral no país. Problemas gerados por uma superpopulação foram pautas no cenário mundial neste período, mas nenhuma política causou tantos impactos e controvérsias como a chinesa. O presente artigo com base em pesquisa qualitativa, realizado a partir do uso de bibliografias e entrevistas presentes em documentários, tem como finalidade identificar os objetivos da Política do Filho Único e ademais medidas implementadas na época na China, ademais de analisar a forma de implementação das mesmas, descrevendo os efeitos causados na vida social das famílias chinesas, além de elucidar as consequências sofridas com quem descumprisse as normas presentes nos regimentos.   

Biografia do Autor

Lígia Valentina Colusso Menin, Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

Acadêmica do Curso de Relações Internacionais do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC – Monjolo), Foz do Iguaçu/PR. E-mail: ligia.valentina@hotmail.com – ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0100-0670

Osvaldo Alencar Billig, Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

Doutorando em Administração de Empresas na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM); Mestre em Administração pela Universidade de Caxias do Sul (UCS); MBA em Logística Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Bacharel em Administração pela Universidade de Passo Fundo (UPF) Professor do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC), Foz do Iguaçu/PR. E-mail: probillig@gmail.com - ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4166-9232. 

Downloads

Publicado

31/08/2022

Como Citar

Menin, L. V. C. ., & Billig, O. A. . (2022). A POLÍTICA DO FILHO ÚNICO NA CHINA E SEUS IMPACTOS SOCIOCULTURAIS. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(8), 606–623. https://doi.org/10.51891/rease.v8i8.6508