CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE LESÃO POR PRESSÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Jessyca Mancebo Furtado Cesufoz
  • Jandira Kunz Cesufoz

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5623

Palavras-chave:

Assistência de Enfermagem; Enfermagem; Unidade de Terapia Intensiva (UTI); Lesão por Pressão (LPP).

Resumo

Introdução: Lesões por pressão é considerado um grande desafio no setor saúde, principalmente na equipe de enfermagem, pois além de afetar os pacientes e seus familiares, sua incidência é considerada um indicador da qualidade da assistência prestada. Objetivo: Discutir as estratégias que podem ser incorporadas aos cuidados prestados pela equipe de enfermagem relacionada aos eventos adversos da lesão por pressão em pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Metodologia: Trata-se de um estudo bibliográfico de cunho exploratório o qual utilizou como procedimento metodológico levantamento de dados a partir de artigos indexados na base de dados de bibliotecas virtuais LILACS e SciELO para a busca dos artigos. Resultados: Observa-se que algumas práticas extremamente relacionadas à prevenção dos casos de lesão por pressão, como reposicionamento e mudança de postura corporal, ainda geram algumas inseguranças em alguns profissionais, principalmente pelo grande número de dispositivos médicos utilizados pelos pacientes e pela sua gravidade. Conclusões: Concluímos que o enfermeiro é fundamental nesse processo, orientando a equipe para ações preventivas, formulando protocolos e educação permanente, e buscando informar e estimular a equipe de enfermagem e demais profissionais de saúde para a realização de cuidados específicos.

Biografia do Autor

Jessyca Mancebo Furtado, Cesufoz

Acadêmica de Enfermagem pela Cesufoz. E-mail: jessycafurtado522@gmail.com.

Jandira Kunz, Cesufoz

Acadêmica de Enfermagem pela Cesufoz.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Furtado, J. M. ., & Kunz, J. . (2022). CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE LESÃO POR PRESSÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: REVISÃO INTEGRATIVA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 2150–2163. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5623