PERFIL E SATISFAÇÃO NO TRABALHO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO DE MATO GROSSO DO SUL

Autores

  • Elen Villegas Campos
  • Alexandra Carvalho

Palavras-chave:

Satisfação. Docentes. Trabalho. Universidade. Pública.

Resumo

Os determinantes e as consequências da insatisfação no trabalho interferem diretamente na saúde docente, o que impacta diretamente a sociedade, portanto é importante conhecer tais determinantes para a adoção de medidas que minimizem as dificuldades enfrentadas por estes trabalhadores. Objetivo: Avaliar a satisfação no trabalho dos professores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Método: Este é um estudo transversal, quantitativo, observacional cuja a população foram professores regime de dedicação exclusiva, com mais de um ano de serviço, atuantes nas unidades setoriais do campus de Campo Grande. Para análise dos dados foi realizado estatística descritiva por frequência. Resultados: Dos 255 docentes a maioria eram homens (58,8%), com idade entre 30 e 39 anos, casados (73,7%), com filhos (63,1%), doutores (88,2%- 53,3% eram homens e 46,7% eram mulheres) e 61,5% declararam tempo de serviço entre 3 e 10 anos de docência. Quanto à titulação 88,2% eram doutores e 11,8% mestres. Quanto ao trabalho, a maioria declarou participar de Projeto de extensão (56,15%), projetos de pesquisa (93,3%), Programas de Pós-Graduação (66,3%), orientação de alunos em projetos (87,8%) e a maioria declarou não possuir cargos administrativos (62,7%). A avaliação da satisfação no trabalho com o S20/23 evidenciou a média global da satisfação foi 3,67 (escala de cinco pontos) e as médias dos fatores “Satisfação com as Relações Hierárquicas”, “Satisfação com o Ambiente Físico de Trabalho” e “Satisfação Intrínseca do Trabalho” foram 3,48, 3,72 e 3,84, respectivamente. A mais alta média na dimensão satisfação intrínseca do trabalho e a mais baixa foi obtida na dimensão satisfação com as relações hierárquicas. Conclusão: Do total de respostas sobre a satisfação global no trabalho, a maioria (37,0%) dos docentes afirmou estar parcialmente satisfeita, enquanto que 25% manifestaram-se totalmente satisfeitos.

Biografia do Autor

Elen Villegas Campos

E-meil: elenvillegas@hotmail.com.

Alexandra Carvalho

E-mail: alexandra.carvalho@ufms.br.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Campos, E. V. ., & Carvalho, A. . (2022). PERFIL E SATISFAÇÃO NO TRABALHO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO DE MATO GROSSO DO SUL . Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 1921–1931. Recuperado de https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/5603

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.