FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO DA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: BRASIL E MOÇAMBIQUE

Autores

  • Casimiro Ernesto Lobo Universidade Lúrio em Nampula-Moçambique
  • Scheila Krenkel Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria Aparecida Crepaldi Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5507

Palavras-chave:

Adolescência. Gravidez. Fatores de risco. Fatores de proteção.

Resumo

A gravidez na adolescência é considerada um problema social e de saúde pública, pois pode gerar consequências para a adolescente, à criança e sua família. O presente estudo teve por objetivo caracterizar a produção científica de artigos científicos, sobre fatores de risco e de proteção da gravidez na adolescência, no contexto brasileiro e moçambicano. Trata-se de estudo de revisão narrativa da literatura, em que foram reunidos artigos científicos, publicados entre 2005 e 2019. Os descritores utilizados foram: adolescência, gravidez, fatores de risco, fatores de proteção. De 32 artigos encontrados, 13 atenderam aos critérios de inclusão estabelecidos. Destes, onze foram produzidos no Brasil e dois em Moçambique. Os resultados mostraram os seguintes fatores de risco: faixa etária entre os 12 a 19 anos de idade, pertencer a famílias economicamente desfavorecidas, promiscuidade, ter informação insuficiente sobre os métodos anticoncepcionais, desejo de assumir uma responsabilidade, história da gestação materna, baixo nível de escolaridade, baixa autoestima e falta de conhecimentos sobre a sexualidade. Como fatores de proteção evidenciaram-se: frequentar a escola uso de métodos anticoncepcionais, relacionamento familiar satisfatório e apoio familiar. Por se tratar de um estudo que engloba dois países, Brasil e Moçambique, abrem novas discussões sobre os problemas de saúde para os dois contextos, contribuindo para a definição de políticas públicas de saúde, com o intuito de reduzir os fatores de risco e aprimorar os fatores de proteção da gravidez na adolescência.

Biografia do Autor

Casimiro Ernesto Lobo, Universidade Lúrio em Nampula-Moçambique

Docente na Universidade Lúrio em Nampula-Moçambique. Graduado em Psicologia Clinica pela Universidade- Á Politecnica de Moçambique. Mestrado em Gestão de Desenvolvimento pela Universidade Católica de Moçambique. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Psicologia na Universidade Federal de Santa Catarina no Brasil.  E-mail: casimirolobo@yahoo.com.br.  

Scheila Krenkel, Universidade Federal de Santa Catarina

Pós-Doutora (PNPD-CAPES), pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Psicóloga graduada pela Uniasselvi e especialista em Terapia Relacional Sistêmica, pelo Familiare Instituto Sistêmico (atendimentos individuais e de famílias). Foi bolsista CNPq de Mestrado e Doutorado em Psicologia, pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFSC, na área de concentração: Saúde e Desenvolvimento Psicológico. Realizou estágio de doutorado sanduíche no exterior (PDSE), com Bolsa CAPES, na Universidade Autônoma de Barcelona (UAB) - Espanha, área de concentração: Psicologia Social. É Presidente da Associação Catarinense de Terapia Familiar - ACATEF (Gestão 2020-2022). Tem como áreas de interesse Psicologia Clínica Psicologia da Saúde, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Social, Família e Violência Contra a Mulher.  E- mail: scheilakrenkel@gmail.com. 

Maria Aparecida Crepaldi, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora Titular aposentada da Universidade Federal de Santa Catarina. É Professora voluntária da UFSC onde atua como docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Professora Associada da Universidade do Québec em Montréal (UQÀM). Graduada em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP, com especialização em Psicologia Clínica Infantil pelo Hospital das Clínicas da FMRP-USP, e em Terapia Familiar e de Casal pelo Instituto de Terapia Familiar de São Paulo - ITF e Association Parisiènne de Recherche et Thérapie Familiale - APRTF, França. Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela PUC-RJ, Doutorado em Saúde Mental pela UNICAMP, com estágio Sandwich na Universidade de Paris (Paris VI). Pós-Doutorado pela Universidade do Québec em Montreal - UQÀM. Pós-Doutorado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. Título de especialista em Psicologia Clínica e e Psicologia Hospitalar (CFP). É pesquisadora do CNPq nível 1B. Docente orientadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia-UFSC. E-mail: maria.crepaldi@ufsc.br. 

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Lobo, C. E. ., Krenkel, S. ., & Crepaldi, M. A. . (2022). FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO DA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: BRASIL E MOÇAMBIQUE. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 19–30. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5507