PLACA MIORRELAXANTE COMO MEDIDA PALIATIVA AO AGRAVO DA DOR OROFACIAL ASSOCIADA AS CIRCUNSTÂNCIAS DA PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Anaísa Souza Camilo Aguiar Universidade Brasil
  • Jadison Junio Conforte Faculdade de odontologia de araçatuba-FOA UNESP

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5213

Palavras-chave:

Isolamento Social. COVID-19. Síndrome da disfunção da articulação Temporomandibular.

Resumo

As disfunções temporomandibulares são condições multifatoriais que afetam os músculos da mastigação e a articulação temporomandibulares. Em dezembro de 2019 instalou-se a Pandemia de COVID-19, a qual o vírus SARS-Cov V2 trouxe alteração na vida da população. A incerteza instalada em nossas vidas socioeconômico por causa de paradas totais de nossas vidas (lockdown), acabou dizimando a saúde mental das pessoas. Na área odontológica observa-se que aumentou a demanda por tratamentos odontológicos em que fatores de estresse manifestam em sinais e sintomas no aparelho estomatognático. Dores orofaciais e o colapso dos distúrbios temporomandibulares passaram a ser rotina para o tratamento pelos cirurgiões dentistas. Sendo assim, algumas medidas no consultório odontológico traz um melhor conforto ao paciente e protege as estruturas orofaciais para estes pacientes.

Biografia do Autor

Anaísa Souza Camilo Aguiar, Universidade Brasil

Graduanda em Odontologia pela Universidade Brasil. E-mail:anaisasouzaa@gmail.com.

Jadison Junio Conforte, Faculdade de odontologia de araçatuba-FOA UNESP

Mestre em prótese dentaria pela Faculdade de odontologia de araçatuba-FOA UNESP.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Aguiar, A. S. C. ., & Conforte, J. J. . (2022). PLACA MIORRELAXANTE COMO MEDIDA PALIATIVA AO AGRAVO DA DOR OROFACIAL ASSOCIADA AS CIRCUNSTÂNCIAS DA PANDEMIA DA COVID-19. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 373–382. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5213