A PANDEMIA DO COVID-19 E O ACESSO À JUSTIÇA: O PARADOXO DA SEGREGAÇÃO DIGITAL

Autores

  • Thiago Alves dos Santos Universidade Cândido Mendes

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5154

Palavras-chave:

Direito. Acesso à justiça. Segregação digital.

Resumo

 A ideia de que a tecnologia irá alterar de forma significativa toda nossa realidade já nos é obsoleta de tão óbvia. O novo paradigma social é tão intrínseco a esta conjuntura que nos torna redundantes, na medida que, buscamos entender a forma como somos impactados pelos novos aparatos utilizando os mesmos no processo de entendimento e justificação. Na esfera jurídica, numa tentativa de dar significado a estas novas utilidades, invariavelmente, introduzimos, até bem-intencionados, todas as novas facilidades no intuito de universalizar um acesso à justiça sem na realidade nos preocuparmos com as reais causas de uma desigualdade já intrínseca neste ambiente, menos, mais ainda elitista. A ideia de que a inserção de novos sistemas inteligentes e plataformas intuitivas são o futuro não deixa de ser parte de uma realidade, sendo certa uma realidade ainda persistente, a segregação existe e aparentemente permanece. Assim, a partir de uma ótica crítica, é necessário analisar o atual cenário de acesso à justiça, em especial no seu impacto frente a nova realidade digital, certamente acelerada pelo cenário pandêmico mundial.

Biografia do Autor

Thiago Alves dos Santos, Universidade Cândido Mendes

Pós-Graduado em Direito Constitucional pela Universidade Cândido Mendes – UCAM e Bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense – UFF. E-mail: thiagoalvesdossantos@live.com. 

Downloads

Publicado

30/04/2022

Como Citar

Santos, T. A. dos . (2022). A PANDEMIA DO COVID-19 E O ACESSO À JUSTIÇA: O PARADOXO DA SEGREGAÇÃO DIGITAL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(4), 1505–1520. https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5154