BENEFÍCIOS DO USO DO VIDEOLARINGOSCÓPIO FRENTE AO LARINGOSCÓPIO TRADICIONAL EM ADULTOS

Autores

  • Raíssa Meirelles Abreu Vasconcelos Universidade de Vassouras
  • Lívia Hygino Tavares Universidade de Vassouras
  • Ana Izabel Aparecida Vieira Universidade de Vassouras
  • Mayra Dias Silveira Universidade de Vassouras
  • Ana Claudia Zon Filippi Universidade de Vassouras

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5004

Palavras-chave:

Via aérea. Intubação. Técnica.

Resumo

Introdução: Reconhecer os benefícios da intubação orotraqueal através da técnica de videolaringoscopia comparada a laringoscopia tradicional é importante para que as condutas possam ser otimizadas e proporcionar um menor risco de mortalidade e morbidade aos pacientes. Objetivo: O principal objetivo deste estudo foi identificar as vantagens do uso do videolaringoscópio em adultos que necessitam ser intubados, quando comparado a laringoscopia direta. Métodos: Realizou-se uma revisão integrativa através da base de dados Pubmed e Scielo de artigos publicados em inglês entre os anos de 2014 e 2022, totalizando quinze diferentes pesquisas. Resultados e discussão: O videolaringoscópio é um dispositivo rígido que proporciona uma visualização indireta das vias aéreas, o que contribui para facilitar o acesso nos casos de via aérea difícil e também permitir o aprendizado de outros profissionais ao mesmo tempo que o operador realiza o procedimento. Os estudos demonstraram inúmeras vantagens do videolaringoscópio como diminuir a chance de mobilização da coluna cervical e proporcionar melhor visualização das estruturas das vias aéreas, evitando possíveis complicações como traumas. Conclusões: Foi constatado que, a videolaringoscopia comparada a laringoscopia direta diante de uma via aérea difícil demonstrou-se superior, tornando-se a principal alternativa nas intubações malsucedidas.

Biografia do Autor

Raíssa Meirelles Abreu Vasconcelos, Universidade de Vassouras

Discente de medicina na Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Lívia Hygino Tavares, Universidade de Vassouras

Discente de medicina na Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Ana Izabel Aparecida Vieira, Universidade de Vassouras

Discente de medicina na Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Mayra Dias Silveira, Universidade de Vassouras

Discente de medicina na Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Ana Claudia Zon Filippi, Universidade de Vassouras

Docente de medicina na Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Downloads

Publicado

30/04/2022

Como Citar

Vasconcelos, R. M. A. ., Tavares, L. H. ., Vieira, A. I. A. ., Silveira, M. D. ., & Filippi, A. C. Z. . (2022). BENEFÍCIOS DO USO DO VIDEOLARINGOSCÓPIO FRENTE AO LARINGOSCÓPIO TRADICIONAL EM ADULTOS. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(4), 459–465. https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5004