PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EDUCAÇÃO DO CAMPO: PAULO FREIRE

Autores

  • Ellen Simone Alves de Souza
  • Geicele Gomes Barbosa
  • Michelli Carla de Souza Professora atuante em escola pública
  • Sinara Martins dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i12.3664

Palavras-chave:

Paulo Freire. Educação do campo. Educação popular.

Resumo

A presente pesquisa tem como objetivo abordar a educação do campo sob a perspectiva do autor Paulo Freire. Busca-se caminhos alternativos por meio dos postulados do referido autor, rumo a melhorias que tornem o ensino e a aprendizagem mais eficientes e adequados à contemporaneidade singular e híbrida, onde os extremos de acesso às oportunidades são mais evidenciados e quase intransponíveis. Nesse pensamento faremos análise terá como ponto de partida a obra Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire, à qual traz-nos propostas de práticas pedagógicas necessárias à educação, especialmente àquela voltada às classes populares. Assim, buscamos analisar em que medida a pedagogia proposta por Paulo Freire pode ser visualizada como uma construção capaz de contribuir com a consolidação de uma pedagogia para a educação das classes populares e que pretende se afirmar como espaço/tempo privilegiado, articulados por diversos contextos subjetivos, sociais e culturais, onde os educandos poderão ser assumidos como sujeitos críticos e criativos.

Biografia do Autor

Ellen Simone Alves de Souza

ellendirceu@outlook.com

Geicele Gomes Barbosa

geicelegobarbosa@gmail.com

Michelli Carla de Souza, Professora atuante em escola pública

Pedagoga com pós- graduação em Psicopedagogia institucional. Professora atuante em escola pública.

Sinara Martins dos Santos

sinara2021@gmail.com

Downloads

Publicado

30/12/2021

Como Citar

Souza, E. S. A. de ., Barbosa, G. G. ., Souza, M. C. de ., & Santos, S. M. dos . (2021). PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EDUCAÇÃO DO CAMPO: PAULO FREIRE . Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(12), 1722–1730. https://doi.org/10.51891/rease.v7i12.3664