OS PROCESSOS COGNITIVOS DA INTELIGÊNCIA E SUA CONTRIBUIÇÃO À DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM UMA ESCOLA ESTADUAL DA CIDADE DE MANAUS

doi.org/10.29327/4126427

Autores

  • Hebert José Balieiro Teixeira Universidade do Estado do Amazonas – UEA
  • Evandro Ghedin Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas- UFAM

Palavras-chave:

Neurodidática. Conceito de inteligência. Inteligência. Processo de ensino-aprendizagem. Didática.

Resumo

 

Trata-se de pesquisa básica e tecnológica aplicada na área da formação de professores e no ensino de Ciências que toma as Neurociências, as Ciências Cognitivas e a Filosofia da Mente como epistemologias estruturantes para elaboração dos fundamentos teórico-práticos da Neurodidática. O que se propõe é uma aproximação multi-transdiciplinar do ensino-aprendizagem a partir das Neurociências aplicada à educação/ensino sob enfoque biológico, Neurológico, Psicológico e Filosófico, voltado para aquisição de informações e ampliação do conceito de inteligência. Esta pesquisa desenha-se em um movimento da fenomenologia dos processos cognitivos para uma fenomenologia dos processos educativos a um produto Neurodidático do ensino de Ciências. O processo proposto alia explicação e compreensão em torno de uma teorização dos processos cerebrais e sua (auto) organização. Para a construção do primeiro capítulo partiu-se de um levantamento sobre o conhecimento produzido e publicado em livros e periódicos científicos nas áreas das Neurociências, Ciências Cognitivas e Filosofia da Mente nos últimos 20 anos, buscando compreender o processo neurológico da aquisição da inteligência, sendo esta questão de suma importância a este estudo, fundamentando-o teoricamente no intuito de analisar as várias concepções de inteligência e sua influência no processo didático-pedagógico para uma Neurodidática. No segundo capítulo procurou-se analisar a relação entre a teoria subjetiva da professora a respeito do tema pesquisado e a sua prática pedagógica. Através da presente pesquisa podemos destacar a importância da compreensão dos vários conceitos de inteligência para a práxis didático pedagógico da aprendizagem no ensino das Ciências, mas considerando o estado atual do conhecimento das Ciências anteriormente mencionadas e o modo como professores e professoras operam no espaço do ensino, fica evidente o distanciamento entre essas realidades, visto que muitos dos professores não conhecem os conceitos neurológicos do cérebro para proporcionar ao estudante um estímulo para uma melhor aprendizagem.

 

Biografia do Autor

Hebert José Balieiro Teixeira, Universidade do Estado do Amazonas – UEA

Licenciado em Pedagogia, pela Escola Normal Superior, da Universidade do Estado do Amazonas – UEA. Especialista em Gestão Escolar pelo Instituto Dados da Amazônia - IDAAM e Universidade Gama Filho. Mestre em Educação em Ciências pela Universidade do Estado do Amazonas- UEA. Professor/Pedagogo - SEMED. 

   

Evandro Ghedin, Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas- UFAM

Professor Titular-Livre da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Possui Pós-doutorado em Didática pela Faculdade de Educação da USP (2010). É Doutor em Filosofia da Educação pela USP (2004). Mestre em Educação pela UFAM (2000). Especialista em Antropologia da Amazônia pela UFAM. Especialista em Filosofia e Existência pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Graduado em Filosofia pela UCB (1995). Professor Pesquisador na Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC). Professor Permanente no PPGE-UFAM. Professor Permanente na EDUCANORTE. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação em Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: Didática e Formação de Professores; Metodologia da Pesquisa em Educação; Epistemologia; Educação em ciências; Filosofia da Educação. Atuou na Educação Básica da Rede Pública e Privada por 5 anos. É professor Universitário desde 1997. É autor de diversos livros e artigos científicos na área da Educação.

 

Downloads

Publicado

02/12/2020

Como Citar

José Balieiro Teixeira, H. ., & Ghedin, E. (2020). OS PROCESSOS COGNITIVOS DA INTELIGÊNCIA E SUA CONTRIBUIÇÃO À DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM UMA ESCOLA ESTADUAL DA CIDADE DE MANAUS: doi.org/10.29327/4126427. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 79. Recuperado de https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/235

Edição

Seção

E-books

Categorias