O ENSINO DA LÍNGUA ESTRANGEIRA NO NORTE DO BRASIL

Autores

  • Lucas Amâncio Mateus Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.2120

Resumo

A obra intitulada Política Linguística e Ensino de Línguas Estrangeiras no estado do Amapá: um estudo em um contexto fronteiriço é de relevância para atribuir um novo significado e fomento no ensino de línguas estrangeiras no estado do Amapá. Trata-se de uma obra crítica e inovadora, que está galgando novas perspectivas de uma Política Linguística pertencente unicamente ao Amapá e para o ensino da língua estrangeira no estado, baseada em critérios sociolinguísticos, históricos e culturais.

O estado do Amapá faz divisa com a Guiana Francesa e com o Suriname, este caracterizado por ser plurilíngue, ou seja, possui uma grande diversidade de línguas faladas pelos locais. As línguas pertencentes à localidade são o português, francês, línguas indígenas, inglês, Patoá e Crioulo Francês. O ensino e a aprendizagem da língua estrangeira no Brasil perpassam pelo desenvolvimento social, cultural, profissional e está inerente ao novo mundo diversificado e globalizado. A obra tem como base os autores Calvet, Rajagopapan, Spolsky, entre outros, e inclui aspectos históricos e geográficos, atitudes e comportamentos que estão inerentes ao tema de estudo.

Biografia do Autor

Lucas Amâncio Mateus, Universidade Federal de Uberlândia

Mestrando em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Uberlândia. Graduado em Administração pela mesma universidade e Licenciado em Letras Português/Inglês pela Universidade de Franca. Lattes: http://lattes.cnpq.br/0101102792314230. E-mail: lucasamanciomateus@gmail.com.

Downloads

Publicado

20/09/2021

Como Citar

Mateus, L. A. (2021). O ENSINO DA LÍNGUA ESTRANGEIRA NO NORTE DO BRASIL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(8), 993–995. https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.2120