MECANISMOS DE VIRULÊNCIA DO SARS-COV-2 E AS COMPLICAÇÕES NO PROGNÓSTICO DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Fabiana Santana Britto Faculdade UNEF de Feira de Santana
  • Mayara Conceição dos Santos Faculdade UNEF de Feira de Santana
  • Klleyza Santos Conceição UNEF de Feira de Santana- BA
  • Tasciano dos Santos Santa Izabel UNEF de Feira de Santana- BA
  • Danrley Oliveira Carneiro Faculdade UNEF de Feira de Santana- BA

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.2018

Palavras-chave:

Virulência, Coronavírus, Complicações do Diabetes, Prognóstico, Diabetes Mellitus.

Resumo

Introdução: As infecções humanas por Coronavírus são conhecidas há décadas, em específico, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). Entretanto, a partir de 2019, um novo coronavírus denominado de SARS-CoV-2 foi disseminado por vários países, tomando uma proporção sem precedentes. A partir disso, com o aumento no número de infectados e mortos em diferentes continentes, resultantes da epidemia em Março de 2020 a Organização Mundial da Saúde OMS decretou oficialmente que o surto da doença tratava-se de uma pandemia de caráter mundial. Objetivo: Realizar uma revisão de literatura acerca dos mecanismos de virulência do SARS-Cov-2, bem como as suas complicações acerca do prognóstico de pacientes portadores de Diabetes Mellitus. Metodologia: Foram realizadas buscas bibliográficas eletrônicas utilizando descritores previamente selecionados nas bases de dados Pubmed, Lilacs e Scielo que abordassem o tema proposto publicados no período de 2010 a 2021. Resultados: Foram selecionados 08 artigos e os achados dos estudos demonstraram que o SARSCoV-2 gera diversas consequências nos pacientes com DM, uma vez propicia um ambiente inflamatório que resulta em infecções severas e de difícil tratamento. Conclusão: Portanto, pode-se verificar que a inflamação metabólica provocada pelo SARS-CoV-2 resulta em repercussões negativas no prognóstico de paciente portador de DM, dificultando assim, o processo de cura e recuperação do indivíduo, levando-o este a um pior desfecho.

Biografia do Autor

Fabiana Santana Britto, Faculdade UNEF de Feira de Santana

Acadêmica do curso de graduação em Biomedicina da Faculdade UNEF de Feira de Santana, Feira de Santana-BA, Brasil.

Mayara Conceição dos Santos, Faculdade UNEF de Feira de Santana

Acadêmica do curso de graduação em Biomedicina da Faculdade UNEF de Feira de Santana, Feira de Santana-BA, Brasil.

Klleyza Santos Conceição, UNEF de Feira de Santana- BA

Acadêmica do curso de graduação em Biomedicina da Faculdade UNEF de Feira de Santana, Feira de Santana-BA, Brasil. E-mail: klleyza6@hotmail.com.

Tasciano dos Santos Santa Izabel, UNEF de Feira de Santana- BA

Doutor em Botânica, professor do curso de Biomedicina da Faculdade UNEF de Feira de Santana, Feira de Santana-BA, Brasil.

Danrley Oliveira Carneiro, Faculdade UNEF de Feira de Santana- BA

Co-Orientador e Biomédico

Downloads

Publicado

31/08/2021

Como Citar

Britto, F. S., Santos, M. C. dos ., Conceição, K. S. ., Izabel, T. dos S. S. ., & Carneiro, D. O. . . (2021). MECANISMOS DE VIRULÊNCIA DO SARS-COV-2 E AS COMPLICAÇÕES NO PROGNÓSTICO DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(8), 818–832. https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.2018