PROFISSÃO DOCENTE: A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL COMO APORTE NA REDUÇÃO DE CONFLITOS NO AMBIENTE ESCOLAR

Autores

  • Cássia Castro dos Reis Centro Universitário Uninter

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.1923

Palavras-chave:

Professor. Adoecimento emocional. Inteligência Emocional. Escola.

Resumo

A presente pesquisa contextualiza a importância da Inteligência Emocional e sua contribuição na profissão docente. O objetivo geral é conhecer o papel e os pilares que contempla a inteligência emocional e sua respectiva contribuição na profissão docente. Quanto aos objetivos específicos é; identificar os fatores que está relacionado ao adoecimento emocional dos docentes, e a possível contribuição da inteligência emocional na redução dos conflitos, entre professores e alunos. Como metodologia utilizou-se da pesquisa com abordagem qualitativa, de natureza básica de cunho exploratório com procedimento bibliográfico. Este estudo possibilitou a identificação dos fatores que desencadeiam o adoecimento emocional. E conclui-se, que a inteligência emocional é o fator essencial para a construção do equilíbrio emocional. E ao aprender as habilidades emocionais e desenvolvê-las, pode gerar um ambiente de trabalho satisfatório, com isso, leva a redução de doenças ocasionada pelo trabalho, diminuindo conflitos intrapessoal e interpessoal.

Biografia do Autor

Cássia Castro dos Reis, Centro Universitário Uninter

Licenciada em Educação Física pelo Centro Universitário La Salle e Licenciada em Pedagogia pelo Centro Universitário Uninter.

Downloads

Publicado

31/08/2021

Como Citar

Reis, C. C. dos. (2021). PROFISSÃO DOCENTE: A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL COMO APORTE NA REDUÇÃO DE CONFLITOS NO AMBIENTE ESCOLAR. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(8), 353–369. https://doi.org/10.51891/rease.v7i8.1923

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.