EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E A TELEVISÃO ABERTA: UM OLHAR DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO ESTADO DA BAHIA

Autores

  • Renata Souza dos Santos Universidade do Estado da Bahia
  • Albano de Goes Souza Universidade Federal do Vale do São Francisco

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1482

Palavras-chave:

: Mídia e educação. Televisão Aberta. Educação de Jovens e Adultos.

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir a relação que os alunos do 5º e 6º anos da modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos) da Escola Austricliano Carvalho têm com a Televisão Aberta, uma vez que, por estes estudantes ainda não terem escolarização completa e pertencerem às classes menos favorecidas se tornam vulneráveis às influências midiáticas. As reflexões presentes nesse texto têm por base não apenas o estudo teórico ou referências, mas, parte da análise de dados coletados no processo do estudo de caso dentro de uma abordagem qualitativa. Participaram como sujeitos da pesquisa 07 (sete) alunos da EJA. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados a entrevista semiestruturada feita individualmente com cada um dos participantes. Os resultados obtidos apontam que os alunos têm uma relação de educação informal em relação à Televisão Aberta, tornando-se também como alternativa de lazer.

Biografia do Autor

Renata Souza dos Santos, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Campus Senhor do Bonfim (BA). Email: renatareinalda@gmail.com

Albano de Goes Souza, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Professor Adjunto na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Doutor em Educação. Mestre em Educação. Pedagogo. Lider do Grupo Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Pedagogia Universitária e Metodologias Ativas no Semiárido (PUMAS). Email: albano.goes@univasf.edu.br.

 

Downloads

Publicado

09/07/2021

Como Citar

Santos, R. S. dos, & Souza, A. de G. . (2021). EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E A TELEVISÃO ABERTA: UM OLHAR DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO ESTADO DA BAHIA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(6), 1228–1247. https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1482