INTELIGÊNCIA EMOCIONAL COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA GESTÃO DAS CORPORAÇÕES

Autores

  • Luzia Corsini Dejavite Must University

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1373

Palavras-chave:

Inteligência Emocional. Relações Humanas. Organizações. Diferencial Competitivo.

Resumo

O avanço da ideia de que a inteligência para se tornar completa, necessita considerar as emoções, ocorreu depois da publicação do livro escrito pelo psicólogo e PhD Daniel Goleman, em 1995, se tornando, cada vez mais, de grande relevância para o mundo corporativo, onde muitas pessoas almejam conquistar destaque e, consequentemente, sucesso, com isso, muitas empresas já perceberam que somente a capacidade de realizar as atividades laborais não é o suficiente, sem ter o cuidado com as relações e comportamentos humanos, sem levar em conta a influência das emoções nas relações e atitudes, colocando a Inteligência Emocional ou IE, como uma das principais ferramentas na busca pelo progresso profissional e organizacional, se consolidando como grande aliada na obtenção de ganhos de competitividade, possibilitando ambientes de trabalho mais harmoniosos e interativos, aumentando a produtividade e agregando maior valor ao produto final. O presente trabalho visa demonstrar a importância e as vantagens dessa temática no mundo empresarial, através de pesquisa bibliográfica.

Biografia do Autor

Luzia Corsini Dejavite , Must University

Graduada em Ciências Econômicas, Especialista em Gestão de Negócios e Controladoria, Licenciatura Plena em Administração, Mestranda em Administração pela Must University, Email: ludejavite123@gmail.com

Downloads

Publicado

30/06/2021

Como Citar

Dejavite , L. C. . (2021). INTELIGÊNCIA EMOCIONAL COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA GESTÃO DAS CORPORAÇÕES. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(6), 301–308. https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1373