DISTRIBUIÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO EM UMA OFICINA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS

Autores

  • Gabriel Peixoto de Aquino Alencar UNIVASF
  • Daniel Mariano Leite UNIVASF
  • Jardênia Rodrigues Feitosa UNIVASF
  • Marco Aurélio Clemente Gonçalves UNIVASF
  • Davi Brito Camelo Fonseca UNIVASF

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v9i4.9275

Palavras-chave:

Pressão sonora. Segurança do trabalho. Insalubridade. Trator agrícola.

Resumo

Altos níveis de ruído podem trazer danos à saúde dos trabalhadores que ficam expostos durante muito tempo, como diminuição ou perda da capacidade auditiva, sendo esses os principais motivos para a recomendação e utilização de equipamentos de proteção individual. Assim, o objetivou-se com a realização deste trabalho, avaliar os níveis de ruído emitidos por equipamentos de uma oficina de máquinas agrícolas, confrontando os resultados obtidos com as normas vigentes. O estudo foi realizado em uma oficina de máquinas agrícolas que dispõe uma área de 119 m². Foram avaliados os níveis de ruído emitidos pelos seguintes equipamentos: compressor, furadora, serra de bancada, bigorna e trator (com rotação do motor em 1700, 2200 e 2400 rpm). Primeiramente, houve a coleta dos níveis de ruído de fundo para, posteriormente, serem realizadas as medições com os equipamentos em funcionamento individualmente, simulando suas operações características. Após isso, foi feita a leitura do ruído com a oficina em total funcionamento. Nas condições de utilização do trator (1700, 2200, 2400 rpm) e no funcionamento total da oficina, o ápice registrado foi de 105,9 dB (A) para o funcionamento total da oficina. Tais níveis exigem a utilização do equipamento de proteção individual.

Biografia do Autor

Gabriel Peixoto de Aquino Alencar, UNIVASF

Engenheiro Agrônomo – UNIVASF. 

Daniel Mariano Leite, UNIVASF

Professor do Colegiado de Engenharia Agronômica – UNIVASF. 

Jardênia Rodrigues Feitosa, UNIVASF

Professora do Colegiado de Engenharia Agrícola e Ambiental – UNIVASF. 

Marco Aurélio Clemente Gonçalves, UNIVASF

Professor do Colegiado de Engenharia Agronômica – UNIVASF. 

Davi Brito Camelo Fonseca, UNIVASF

Graduando em Engenharia Agronômica – UNIVASF. 

Downloads

Publicado

2023-04-29

Como Citar

Alencar, G. P. de A., Leite, D. M., Feitosa, J. R., Gonçalves, M. A. C., & Fonseca, D. B. C. (2023). DISTRIBUIÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO EM UMA OFICINA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 9(4), 888–899. https://doi.org/10.51891/rease.v9i4.9275

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.