MONITORIA EM SAÚDE COLETIVA EM UMA FACULDADE NO NORTE DO ESTADO DO CEARÁ: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Douglas Rodrigo Cursino dos Santos Logos University International- UNILOGOS
  • Luciana Cursino Jephson Science Center
  • Francisco Alexandre de Sousa Moura Faculdade Uninta

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v9i4.9114

Palavras-chave:

Monitoramento. Saúde Coletiva. Ensino Superior e Conhecimento.

Resumo

O programa de monitoria visa oportunizar o aprimoramento da formação acadêmica e também despertar a valorização do ensino e aprendizagem de sua prática bem como incentivá-los a seguir a carreira docente, intensificando a colaboração entre alunos e professores nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Dentro dessa modalidade de ensino, a monitoria acaba se tornando um elo entre a teoria e a prática, prática que muitas vezes se torna impossível de ser realizada no cotidiano do aluno. Assim, essa característica torna o monitoramento voluntário uma prática, onde a busca pelo conhecimento científico está diretamente relacionada às atividades desenvolvidas pelo monitor e/ou monitora. Pela sua dinâmica, a monitoria também se apresenta como um projeto que auxilia as atividades a serem realizadas pelo professor, sendo sua existência essencial para o andamento da disciplina. As experiências de acompanhamento ocorreram por meio do acompanhamento e orientação dos alunos durante as aulas teóricas e na produção das atividades práticas da disciplina que incluíram: construção de relatos de experiência, objetivando verificar o trabalho da equipe da estratégia saúde da família; o processo de territorialização; análise da situação de saúde local da população; realização de exercícios sobre o sistema de informação da atenção básica; práticas de educação em saúde e elaboração do relatório de prática de campo. O referido componente curricular é oferecido aos alunos do quarto semestre do Curso de Graduação em Ciências da Saúde e possui carga horária total de 288 horas, divididas em 200 horas teóricas e 88 horas práticas. A realização do monitoramento se apresenta por meio da construção das práticas realizadas e dos conhecimentos adquiridos. A princípio, o acompanhamento por meio do acompanhamento dos acadêmicos torna-se um grande obstáculo para estes, que antes não eram inseridos no processo de aprendizagem juntamente com a atividade de monitoria. A utilização de metodologias integrativas e estimulantes é parte singular do processo de aprendizagem e auxilia o aluno a compreender melhor a integralidade promovida pelo campo coletivo da saúde, algo necessário dada a constante evolução na visão e forma de aplicação da metodologia quanto ao Ciências da Saúde. Além disso, fica evidente a importância do planejamento entre monitor e professor, a fim de integrar o olhar técnico do professor com as ideias metodológicas do monitor, ajudando-o a adaptar sua didática aos seus alunos e a desenvolver diferentes formas de aprendizagem, algo benéfico. não apenas ao monitor que amplia seu alcance metodológico, mas ao professor orientador que recebe diferentes formas de ensino e ao aluno beneficiário.

Biografia do Autor

Douglas Rodrigo Cursino dos Santos, Logos University International- UNILOGOS

Docente do Curso de Bacharelado em Nutrição da Faculdade Uninta, Itapipoca- Ceará/ Brasil e Pós doutorando em Saúde Coletiva pela Logos University International UNILOGOS®. 

Luciana Cursino, Jephson Science Center

Docente do Jephson Science Center, Division of Natural Sciences and Mathematics, Keuka College, Keuka Park, NY, 14478. Pós-doutorado em Genética e Melhoramentos Universidade de Cornell ( Ithaca, NY, EUA). Doutorado em Genética e Melhoramentos de Plantas- ESALQ-USP-SP. 

Francisco Alexandre de Sousa Moura, Faculdade Uninta

Discente do Curso de Bacharelado em Nutrição da Faculdade Uninta, Itapipoca- Ceará/ Brasil. 

Downloads

Publicado

2023-04-29

Como Citar

Santos, D. R. C. dos ., Cursino, L. ., & Moura, F. A. de S. . (2023). MONITORIA EM SAÚDE COLETIVA EM UMA FACULDADE NO NORTE DO ESTADO DO CEARÁ: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 9(4), 1475–1478. https://doi.org/10.51891/rease.v9i4.9114

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.