ACALASIA ESOFÁGICA IDIOPÁTICA EM PACIENTE JOVEM: RELATO DE CASO

Autores

  • Gabriela Paiva da Costa Jardim Universidade de Vassouras
  • Eduarda Gomes do Nascimento Universidade de Vassouras
  • Catharina Ferreira da Costa Magalhães Universidade de Vassouras
  • Ellen Francine Rosestolato Universidade de Vassouras
  • Lucineide Martins de Oliveira Maia Universidade de Vassouras

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i8.6666

Palavras-chave:

Acalasia esofágica. Transtorno de deglutição. Doenças gastrointestinais.

Resumo

A acalasia esofágica idiopática é um distúrbio não chagásico e raro, que acomete o esfíncter inferior do esôfago próximo a cárdia. Ocorre devido a uma lesão neurogênica do órgão no qual há um aumento da sua pressão, não permitindo o seu relaxamento completo. Tornando-se assim um esôfago contorcido e dilatado. Apresenta como principal sintoma a disfagia, ou seja, a dificuldade de comer. A realização de exames complementares é importante para confirmação diagnóstica e o tratamento é individualizado. Homem, 37 anos, apresentando regurgitação, plenitude pós prandial, emagrecimento, anorexia e tosse noturna, recebeu inicialmente tratamento para doença do refluxo gastroesofágico, sem melhora. Iniciou quadro de disfagia progressiva e a investigação com exames complementares confirmou acalasia esofágica, porém a etiologia não foi conclusiva. Sendo assim, após avaliação foi instituída cardiomiotomia a Heller-Pinnot com confecção de fundoaplicatura parcial anterior a Toupet e o paciente evoluiu para estabilidade. Conclui-se, portanto, que é uma doença rara, principalmente em pacientes jovens, de difícil diagnóstico e tratamento individualizado.

Biografia do Autor

Gabriela Paiva da Costa Jardim, Universidade de Vassouras

Graduanda em Medicina, 12º período, Universidade de Vassouras. E-mail: gabrielapaiva.jardim@gmail.com.

Eduarda Gomes do Nascimento, Universidade de Vassouras

Graduanda em medicina, 12º período, Universidade de Vassouras. 

Catharina Ferreira da Costa Magalhães, Universidade de Vassouras

Graduanda em medicina, 12º período, Universidade de Vassouras. 

Ellen Francine Rosestolato, Universidade de Vassouras

Graduanda em medicina, 12º período, Universidade de Vassouras. 

Lucineide Martins de Oliveira Maia, Universidade de Vassouras

Orientadora. Docente do curso de Medicina da Universidade de Vassouras.

Downloads

Publicado

31/08/2022

Como Citar

Jardim, G. P. da C. ., Nascimento, E. G. do ., Magalhães, C. F. da C. ., Rosestolato, E. F. ., & Maia, L. M. de O. . (2022). ACALASIA ESOFÁGICA IDIOPÁTICA EM PACIENTE JOVEM: RELATO DE CASO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(8), 995–1002. https://doi.org/10.51891/rease.v8i8.6666

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)