A CINESIOTERAPIA NA SÍNDROME DO PIRIFORME

Autores

  • Adriana Marília Guerra Barreto Damasceno Faculdade Estácio do Amazonas
  • Márcio Malta Universidade Paulista - UNIP

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5524

Palavras-chave:

Fisioterapia. Síndrome do Piriforme. Lombar.

Resumo

A síndrome do Piriforme pode ser descrita como um encarceramento do nervo isquiático que causa dor, distúrbios sensitivos e motores relacionados à distribuição radicular do nervo isquiático, apresentando como um de seus principais sintomas as dores na região lombar e isquiáticas, esta doença tem seu diagnostico geralmente tardio, em virtude de sua raridade, simatologia inespecíficos e a falta de testes de diagnósticos direcionados. No tangente a metodologia esse estudo teve uma abordagem de revisão bibliográfica, incluindo um período dos últimos 10 anos, com prioridade para artigos com maior relevância, podendo chegar à conclusão que o tratamento da síndrome do Piriforme torna-se simples, a partir de um diagnóstico correto.

Biografia do Autor

Adriana Marília Guerra Barreto Damasceno, Faculdade Estácio do Amazonas

Professora do Curso de Fisioterapia   da Faculdade Estácio do Amazonas. Mestrado Profissional em Terapia Intensiva, Formação em Pilates. Fisioterapeuta, Especialista em Docência do Ensino Superior, Especialista em Fisioterapia Intensiva Adulto e Neonatal, E-mail: profadrianamariliabarreto@gmail.com. 

Márcio Malta, Universidade Paulista - UNIP

Fisioterapeuta, Especialista em Gerontologia, professor universitário. Instituição- Universidade Paulista – UNIP. 

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Damasceno, A. M. G. B. ., & Malta, M. . (2022). A CINESIOTERAPIA NA SÍNDROME DO PIRIFORME. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 270–281. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5524