USO DA TOXINA BOTULÍNICA EM CASOS DE BRUXISMO: UMA REVISÃO ATUALIZADA

Autores

  • Miguel Elias Alves Silveira Universidade Brasil
  • Rogério Rodrigo Ramos Universidade Brasil

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5389

Palavras-chave:

. Toxina Botulínica. Bruxismo.

Resumo

O bruxismo é caracterizado pelo ranger e/ou apertamento excessivo dos dentes, sendo um distúrbio involuntário ou inconsciente, causado por disfunção da musculatura mastigatória. Essa condição pode ocorrer durante o sono ou vigília, com 90% da população geral relata bruxismo algum grau de bruxismo durante algum período da vida. Este trabalho justifica-se pela necessidade de conhecer precocemente a patologia para que as consequências sejam mínimas. Assim, o objetivo deste estudo foi revisar a eficácia da aplicação da toxina botulínica como tratamento para o bruxismo. Esse trabalho não é uma revisão sistemática. Para o levantamento bibliográfico, foi utilizado as bases de dados do Google Acadêmico e Biblioteca Virtual de Saúde, através das palavras-chave botox, bruxismo e toxina botulínica, selecionando os artigos publicados entre 1961 a 2018. Os dados selecionados comprovam que a maioria dos casos são causados por ansiedade e estresse. Estudos recentes apontam a toxina botulínica como um dos possíveis tratamentos para o bruxismo. Esta substância não cura o distúrbio, mas diminui os danos causado por ela.

Biografia do Autor

Miguel Elias Alves Silveira, Universidade Brasil

Acadêmico de Odontologia- Instituição: Universidade Brasil - Campus Fernandópolis, Brasil. E-mail: miguelleall@hotmail.com.

Rogério Rodrigo Ramos, Universidade Brasil

Orientador do curso de Odontologia- Instituição: Universidade Brasil - Campus Fernandópolis, Brasil.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Silveira, M. E. A. ., & Ramos, R. R. . (2022). USO DA TOXINA BOTULÍNICA EM CASOS DE BRUXISMO: UMA REVISÃO ATUALIZADA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 1097–1107. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5389