O PAPEL DO FARMACÊUTICO NA PANDEMIA DE COVID-19

Autores

  • Thiago Luiz Barros Gonzaga Universidade Iguaçu  - UNIG
  • Leonardo Guimarães de Andrade Universidade Iguaçu  - UNIG

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5208

Palavras-chave:

Coronavírus. COVID-19. Pandemia. Atenção farmacêutica. Farmacêutico.

Resumo

Em dezembro de 2019, na China, foram identificados casos de uma nova síndrome respiratória aguda, provocada por um novo coronavírus (2019-nCoV), que foi denominada COVID-19 (Coronavirus disease 2019). Devido ao agravamento rápido da doença, a situação foi dada como crítica, e os profissionais da saúde da linha de frente ficaram diretamente envolvidos no cuidado, diagnóstico e tratamento dos pacientes com COVID-19. Nessas circunstâncias, o farmacêutico exerce um papel importante, pois deve agir no controle da transmissão da doença e na atenção às necessidades da comunidade, disseminando informações, além de assumir a responsabilidade da implementação de estratégias para promoção do uso racional de medicamentos, em virtude das consequências danosas do seu uso inadequado.

Biografia do Autor

Thiago Luiz Barros Gonzaga, Universidade Iguaçu  - UNIG

Graduação em Farmácia na Universidade Iguaçu.

Leonardo Guimarães de Andrade, Universidade Iguaçu  - UNIG

Mestre em Ciências do Meio Ambiente na Universidade Veiga de Almeida. Graduação em Enfermagem na Universidade Iguaçu. Faz parte do corpo docente da Universidade Iguaçu no Estado do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Gonzaga, T. L. B. ., & Andrade, L. G. de . (2022). O PAPEL DO FARMACÊUTICO NA PANDEMIA DE COVID-19. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 305–317. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5208

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 > >>