O MECANISMO DE AÇÃO DOS BIÓTICOS NA DISBIOSE E A RELAÇÃO COM A OBESIDADE E ANSIEDADE

Autores

  • Aline Regina Costa de Andrade Centro Universitário FAMETRO
  •  Carolina Lima de Souza Centro Universitário FAMETRO
  •  Geovanny Zany da Silva Nunes Centro Universitário FAMETRO
  • Jose Carlos de Sales Ferreira Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5104

Palavras-chave:

Nutrição. Intestino. Microbiota. Disbiose. Obesidade e ansiedade.

Resumo

O trato gastrointestinal ou mais exclusivamente, o intestino, é chamado de segundo cérebro, pois além de sua função relacionada a absorção e digestão, por meio do eixo vago apresenta comunicação direto com hipotálamo e outros sistemas do cérebro, o mesmo apresenta uma grande quantidade de microrganismos (cerca de 150 vezes mais que o gene humano) no qual seu habitat e o conjunto de microrganismos presentes é denominado microbiota, onde esses microrganismos possuem diversas funções e atividades no corpo humano, seus resultados já comprovados por meio de estudos mostram que apresentam eficácia no estímulo da imunidade, resistência do intestino aos patógenos, equilíbrio intestinal após uso de antibióticos, alívio de constipação e principalmente patologias muito presentes no contexto atual como as psicossomáticas e distúrbios, que no qual geralmente ocorrem por um desequilíbrio no intestino, sendo mais comum a disbiose que resulta no agravamento de outros problemas, onde algumas são a ansiedade e obesidade. A formação da microbiota de um ser humano antecede o nascimento, pois desde o útero há presença de colonização de microrganismos na mesma, e com o passar de sua vida a microbiota sofre mudanças ocasionadas por diversos fatores como genética, alimentação, mudanças de hábitos, patologias, uso de fármacos e outros, entretanto a mesma pode ser modulada, pois uma microbiota inflamada provoca mudanças drásticas à saúde e o consumo e uso de componentes alimentares como próbioticos, prébioticos e simbióticos mostra ter grande eficácia no combate e tratamento dessas patologias.

Biografia do Autor

Aline Regina Costa de Andrade, Centro Universitário FAMETRO

Graduanda do Curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário FAMETRO.

 Carolina Lima de Souza, Centro Universitário FAMETRO

Graduanda do Curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário FAMETRO.

 Geovanny Zany da Silva Nunes, Centro Universitário FAMETRO

Graduando do Curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário FAMETRO.

Jose Carlos de Sales Ferreira, Universidade Federal do Amazonas

 Orientador. Mestre em Ciência de Alimentos pela Universidade Federal do Amazonas.

Downloads

Publicado

30/04/2022

Como Citar

Andrade, A. R. C. de ., Souza, CarolinaL.de., Nunes, GeovannyZ.daS., & Ferreira, J. C. de S. . (2022). O MECANISMO DE AÇÃO DOS BIÓTICOS NA DISBIOSE E A RELAÇÃO COM A OBESIDADE E ANSIEDADE. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(4), 975–1001. https://doi.org/10.51891/rease.v8i4.5104

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.