HOME CARE COM ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO PRÉ-TERMO ICTÉRICO EM FOTOTERPIA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Autores

  • Samira Marques da Silva Universidade de Mogi das Cruzes
  • Marcio Antonio de Assis Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2690

Palavras-chave:

Assistência Domiciliar. Enfermagem. Recém-Nascido Pré-Termo. Icterícia.

Resumo

O termo Home Care (HC) é originado do inglês, com um significado próximo à Assistência Domiciliar. Home Care pediátrico, é o atendimento domiciliar realizado por uma equipe multidisciplinar especializada, com médico, enfermeiro e equipe, psicólogos, entre outros.  Os recém-nascidos pré-termo (RNPT) são acompanhados em HC para: ganho de peso, aleitamento materno, estimulação sensório-motora, icterícia sob fototerapia, dentre outros. OBJETIVO: Analisar na literatura nacional a assistência de enfermagem em domicilio em relação ao RNPT ictérico que necessita de fototerapia. MÉTODO: Revisão bibliográfica, realizada entre abril de 2019 a fevereiro de 2020. A busca foi realizada cruzando-se “ assistência domiciliar” com os demais descritores. Das 81 publicações levantadas, 71 foram da SCIELO, e 10 da LILACS, sendo selecionados 07 artigos. Três publicações eletrônicas foram introduzidas, totalizando 10 publicações selecionadas. As demais foram excluídas, não completando os critérios de inclusãoRESULTADOS: Evidenciou-se a atuação do enfermeiro, inserido na equipe multidisciplinar do HC, em cuidados ao RN ictérico em domicilio. Torna-se crucial diferenciar a icterícia fisiológica (surge após 48h de vida) da icterícia patológica (surge antes das 24h de vida), pois o uso exclusivo de fototerapia, geralmente auxilia no tratamento da icterícia fisiológica.  Deve acompanhar os níveis de bilirrubina (direta e indireta) associando à idade gestacional ao nascer e a idade em horas de vida da criança. Durante o uso da fototerapia, prover a irradiância adequada e o correto posicionamento para uma maior abrangência da área corporal da criança, que permanecerá apenas com o uso da fralda para melhor eficiência do tratamento.  Orientar familiares quanto a ação terapêutica dessas lâmpadas, ora fluorescentes (Biliberço) ou halógenas-azuis (Bilispot) minimizando os níveis de bilirrubina. Os genitores têm medo de superaquecimento e possíveis queimaduras no bebê, sem falar do uso desconfortável, porém  necessário da  proteção ocular da criança.   O desconhecimento da terapêutica gera ansiedade aos pais ao ver o filho submetido a um tratamento para eles desconhecido. Cabe à enfermagem utilizar linguagem acessível durante as orientações. Deve-se estimular cuidados diretos ao filho, visto como um ser vulnerável às infecções, devido a prematuridade. Estimular o aleitamento materno, pelos seus atributos, sendo suspenso só por indicação médica. CONCLUSÃO: Os cuidados de enfermagem em domicílio ao RN ictérico, sob fototerapia, com serviço HC, contribui para um novo olhar de assistência humanizada e de qualidade.

Biografia do Autor

Samira Marques da Silva, Universidade de Mogi das Cruzes

[1] Bacharelado em Enfermagem da Universidade de Mogi das Cruzes. E-mail: samiradoors@hotmail.com

Marcio Antonio de Assis, Universidade Estadual Paulista

Pós - Doutorado em Enfermagem pela Universidade Estadual Paulista UNESP. Botucatu. Docente da UMC. Enfermagem pelo Centro Universitário Nove de Julho UNINOVE. Mestrado e Doutorado em Engenharia Biomédica pela Mogi das Cruzes UMC.

Downloads

Publicado

30/10/2021

Como Citar

Silva, S. M. da ., & Assis, M. A. de . (2021). HOME CARE COM ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO PRÉ-TERMO ICTÉRICO EM FOTOTERPIA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 1642–1670. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2690