AUTOMEDICAÇÃO: ATUAÇÃO DO FARMACÊUTICO NA PREVENÇÃO A INTOXICAÇÃO MEDICAMENTOSA

Autores

  • Renata Carvalho de Oliveira Souza Universidade Iguaçu
  • Leonardo Guimarães de Andrade Universidade Iguaçu

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2634

Palavras-chave:

Automedicação. Atuação farmacêutica. Intoxicação medicamentosa. Uso racional de medicamentos.

Resumo

A intoxicação medicamentosa é compreendida como uma sequência de manifestações e sintomas motivados pela ingestão incorreta de um medicamento, esse fato é capaz de alterar o nosso organismo, e causar sintomas indesejáveis. O farmacêutico é o profissional mais apto a falar sobre o uso racional de medicamentos e tratar da intoxicação medicamentosa pois é conhecedor técnico quanto ao assunto. Com base nisso objetiva-se garantir a importância do profissional farmacêutico na prevenção a intoxicação medicamentosa. Utilizou-se o método de revisão bibliográfica com dados extraídos de várias plataformas de dados científicos, além de documentos oficiais dos órgãos responsáveis pela sistematização pelos dados relacionados à saúde.

Biografia do Autor

Renata Carvalho de Oliveira Souza, Universidade Iguaçu

Em técnico de Administração em 2002. Graduação em processo de finalização em farmácia. Graduanda na Universidade Iguaçu. Nova Iguaçu, Estado do Rio Janeiro.

Leonardo Guimarães de Andrade, Universidade Iguaçu

Orientador. UNIG – Universidade Iguaçu.

Downloads

Publicado

30/10/2021

Como Citar

Souza, R. C. de O. ., & Andrade, L. G. de . (2021). AUTOMEDICAÇÃO: ATUAÇÃO DO FARMACÊUTICO NA PREVENÇÃO A INTOXICAÇÃO MEDICAMENTOSA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 958–975. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2634

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>