ALEITAMENTO MATERNO E PARENTALIDADE: UMA RELAÇÃO EM CONSTRUÇÃO

Autores

  • Elisangela Ribeiro da Silva Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Edegar Fronza Universidade de Caxias do Sul - UCS
  • Márcia Rejane Strapasson Universidade do Vale do Rio dos Sinos

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2547

Palavras-chave:

Aleitamento materno. Lactação. Recém-nascido. Paternidade.

Resumo

Objetivo: conhecer como se dá a construção que compreende as relações entre paternidade e aleitamento materno. Método: trata-se de um estudo qualitativo, exploratório e descritivo, com 15 pais que tinham filhos de até dois anos de idade, em aleitamento materno, acompanhados em consulta de puericultura em Unidade Básica de Saúde. Foram excluídos pais com diagnóstico de doença mental, aqueles cujos filhos tinham contraindicação absoluta para o aleitamento materno ou que as mães conviviam com o vírus do HIV. O recorte temporal abrangido foi de março a julho de 2019. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista semiestruturada. Para a análise dos dados, utilizou-se a Técnica Análise de Conteúdo do tipo Temática. Resultados: Emergiram três categorias centrais: inserção paterna no processo da amamentação; dificuldades paternas na participação do processo de amamentação; questões de gênero e realização da paternidade. Considerações Finais: os pais reconhecem os benefícios do aleitamento materno no desenvolvimento e crescimento dos filhos e procuram participar deste processo. Novas discussões e investigações são necessárias para esclarecer as nuances que permeiam esta inserção e seus significados.

 

Biografia do Autor

Elisangela Ribeiro da Silva, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Enfermeira especialista em Atenção Básica pelo Programa de Residência Multiprofissional da Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, São Leopoldo, RS, Brasil.

Edegar Fronza, Universidade de Caxias do Sul - UCS

Biólogo, e Doutor em Biotecnologia pela Universidade de Caxias do Sul - UCS. Docente da Área de Conhecimento de Ciências da Vida da Universidade de Caxias do Sul, RS, Brasil . Mestre em Biociências pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS. E-mail: efronza@ucs.br.

Márcia Rejane Strapasson, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Enfermeira, Especialista em Enfermagem Obstétrica pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos -UNISINOS. MBA em Gestão de Negócios de Saúde pela UNISINOS. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS e Doutora em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetrícia, também pela UFRGS. Docente no curso de Graduação em Enfermagem da UNISINOS.

Downloads

Publicado

30/10/2021

Como Citar

Silva, E. R. da ., Fronza, E., & Strapasson, M. R. . (2021). ALEITAMENTO MATERNO E PARENTALIDADE: UMA RELAÇÃO EM CONSTRUÇÃO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 33–47. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2547