AVALIAÇÃO FENOTÍPICA E MOLECULAR DA SUSCEPTIBILIDADE À FÁRMACOS EM ISOLADOS CLÍNICOS DE Leishmania spp. OBTIDOS EM UMA ÁREA ENDÊMICA DE LEISHMANIOSES: UMA REVISÃO

Autores

  • Joselma Damiana Crovea Pinheiro Faculdade Venda Nova
  • Islane Cristina Martins UFPE

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2409

Palavras-chave:

Doenças Endêmicas. Anti-Infecciosos. Leishmania.

Resumo

Introdução: A Leishmaniose é uma das sete doenças tropicais negligenciadas que mais assolam à população. No ano de 2019, por exemplo, houve o aumento no número de casos desta doença no Brasil, registrando a maior taxa de letalidade na última década, emergindo como um grande problema de saúde pública. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão integrativa da literatura a fim de discutir a avaliação fenotípica e molecular da susceptibilidade à fármacos em isolados clínicos de leishmaniose. Material e Métodos: Foi feita uma busca das referências nas bases Periódicos CAPES, Pubmed e Google Acadêmico em março de 2021. A investigação permitiu identificar 10 artigos que se adequaram aos critérios estabelecidos. Resultados: Observou-se que 80% dos artigos comprovaram que os compostos naturais a base de plantas associados com outros fármacos são alternativas fitoterápicas para as espécies de leishmanioses e os demais artigos mencionaram que os medicamentos Glucantime®, a Anfotericina B e a Miltefosina são os mais utilizados nos últimos anos, entretanto, causam efeitos adversos. Conclusão: Portanto, foi possível concluir que a avaliação fenotípica e molecular da susceptibilidade à fármacos em isolados clínicos de Leishmania spp. demonstrou que os produtos naturais juntamente com os fármacos Glucantime® e Miltefosina foram mais susceptíveis aos isolados de leishmanioses, pois a maioria dos parasitas morreram após testes laboratoriais in vitro e in vivo acompanhado de agentes químicos, físicos e biológicos. 

Biografia do Autor

Joselma Damiana Crovea Pinheiro, Faculdade Venda Nova

Graduada em Licenciatura em Ciências Naturais – Biologia pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA. Especialista em Metodologia de Ensino de Biologia e Química pela Faculdade Venda Nova do Imigrante – FAVENI. E-mail: joselma00.jp@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8834-6126.

Islane Cristina Martins, UFPE

Doutora em Neurociências. Programa de Pós-graduação UFPE. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2351-2730 

Downloads

Publicado

30/10/2021

Como Citar

Pinheiro, J. D. C. ., & Martins, I. C. . (2021). AVALIAÇÃO FENOTÍPICA E MOLECULAR DA SUSCEPTIBILIDADE À FÁRMACOS EM ISOLADOS CLÍNICOS DE Leishmania spp. OBTIDOS EM UMA ÁREA ENDÊMICA DE LEISHMANIOSES: UMA REVISÃO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 83–100. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2409

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>