A RELAÇÃO DO ENSINO REMOTO NA EVASÃO ESCOLAR EM UMA ESCOLA DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

Autores

  • Luísa Maria Evangelista Morais Universidade Vale do Acaraú
  • Kátia Karoline Alves Julião Universidade Vale do Acaraú
  • Raquel Alves Julião Universidade Vale do Acaraú
  • Ronnielle Cabral Rolim Universidade Regional do Cariri
  • Maria Helenice Rocha Silva Universidade Vale do Acaraú

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i9.2131

Palavras-chave:

Evasão Escolar. Ensino Remoto. Tecnologias da Educação.

Resumo

O agravamento da pandemia de COVID-19 impõe muitos desafios para o cenário educacional, sobretudo na Educação, o sistema adotado para que a educação continuasse mesmo em tempos tão difíceis foi o ensino remoto, de modo que a evasão escolar vem sendo notada com mais frequência, um quadro que preocupa muitos educadores. O que fazer com alunos em comunidades carentes, com pouco acesso à internet ou nenhum acesso, assim como também aos equipamentos tecnológicos necessários a essa nova modalidade? Para isso, foram entrevistados oito professores de diferentes segmentos da escola pública do município de Caucaia do estado do Ceará quanto à percepção deles em relação à evasão escolar no ensino remoto, na coleta de dados foi realizada uma entrevista com professores de uma escola do campo. A análise e interpretação dos dados foi realizada em percentuais e  médias tabulados por meio do software Excel. Além disso, foram utilizados e atribuídos a eles significados, confrontados à luz da literatura. Assim, os professores responderam que 40% dos alunos que evadiram são do sexo masculino, 25% do sexo feminino e 35% não souberam responder. Além disso, os alunos apresentaram uma maior adesão à entrega das atividades quando as mesmas foram entregues em forma de blocos na escola para entrega posterior. Uma vez que, poucos alunos têm acesso a internet, seja ela em dados móveis ou Wi-Fi e que a marginalidade vem aumentando entre os alunos. Conclui-se que a evasão escolar tem se tornado cada vez mais presente nas escolas, tendo sido acentuada pela pandemia do COVID-19.

Biografia do Autor

Luísa Maria Evangelista Morais, Universidade Vale do Acaraú

Mestranda pela FACEM, Graduada em Pedagogia pela Universidade Vale do Acaraú (UVA) , Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar pela PLUS e Professora Na Rede Municipal de Caucaia- CE. e-mail: luysamorays@hotmail.com

Kátia Karoline Alves Julião, Universidade Vale do Acaraú

Mestranda pela FACEM , Graduada em Pedagogia pela Universidade Vale do Acaraú ( UVA ), Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar pela PLUS e Professora Na Rede Municipal de Caucaia- CE e-mail: katiakarolline@yahoo.com.br

Raquel Alves Julião, Universidade Vale do Acaraú

Mestranda pela FACEM, Graduada em Pedagogia pela Universidade Vale do Acaraú (UVA) , Especialista em Educação Infantil e Gestão Escolar pela PLUS e Professora Na Rede Municipal de Caucaia- CE. e-mail: rraquelalves911@hotmail.com

Ronnielle Cabral Rolim, Universidade Regional do Cariri

Mestrando pela FACEM e formador de Ciências na Rede Municipal de Caucaia-CE . Licenciado em Ciências pela Universidade Regional do Cariri (URCA) e Especialista em Educação Ambiental pela Universidade Regional do Cariri – URCA. E-mail: ronnitic@gmail.com.

Maria Helenice Rocha Silva, Universidade Vale do Acaraú

 Mestranda pela FACEM, Graduada em Pedagogia pela Universidade Vale do Acaraú (UVA) , Professora Na Rede Municipal de Caucaia- CE. e-mail: helenicerocha3008@gmail.com

Downloads

Publicado

30/09/2021

Como Citar

Morais, . L. M. E. . ., Julião, . K. K. A. ., Julião, R. A. ., Rolim, R. C. ., & Silva, M. H. R. . (2021). A RELAÇÃO DO ENSINO REMOTO NA EVASÃO ESCOLAR EM UMA ESCOLA DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(9), 123–130. https://doi.org/10.51891/rease.v7i9.2131