Proposta Metodológica Grupo Focal Educação Ambiental vertentes filosóficas e teóricas

Autores

  • Fernando da Costa Ribeiro Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.51891/1481

Resumo

Este Material Pedagógico foi utilizado na palestra sobre “A Pesquisa Científica com Abordagem em Educação Ambiental”, na Oficina de Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências realizada pelo Curso de Licenciatura em Ciências Naturais da Universidade do Estado do Amapá-UEAP, em dezembro de 2017.

O presente trabalho discorre sobre a Proposta Metodológica do Grupo Focal e como aplicar essa metodologia na Educação Ambiental vertentes filosóficas e teóricas.

O Grupo Focal-GF é um método de pesquisa qualitativa que reúne participantes em uma entrevista, na qual expõem opiniões sobre produtos ou serviços. É um tipo de pesquisa muito usada na área de Educação.

Algumas pessoas confundem grupos focais com entrevistas ou simples conversas informais. Porém, esse conceito está errado. Este Material é para que você saiba como esses grupos realmente funcionam e de que maneira são aplicados em estratégias para coletar, transcrever, tabular e analisar dados qualitativos na área educacional.

O principal objetivo do GF é reunir informações detalhadas sobre um tópico específico (sugerido por um pesquisador, coordenador ou moderador do grupo) a partir de um grupo de participantes selecionados. O GF busca colher informações que possam proporcionar a compreensão de percepções, crenças, atitudes sobre um tema, produto ou serviços.

Costuma reunir em torno de 5 a 12 pessoas e conta sempre com um moderador que lidera a discussão cujo tempo de duração pode variar de meia hora a uma hora e meia.

Assim, o moderador é o responsável por listar as perguntas e compartilhá-las com o grupo para que todos possam responder. A quantidade de perguntas pode variar de 10 a 15, sendo que elas têm o propósito de levantar as opiniões e ideias de cada participante.

Os grupos focais não são conversas informais como as que temos com um grupo de amigos. Por isso, é necessário conduzir a discussão pelo caminho certo, com foco no objetivo. Esse trabalho é feito pelo moderador.

As discussões no GF são válidas se forem utilizadas com cuidados para estudar um problema em que é adequada a utilização desta técnica.

No que diz respeito à questão da validade são muito semelhantes a outras formas de ciências sociais da investigação, em que a validade depende não só dos procedimentos utilizados, mas também do contexto, neste caso, devem ser levados em conta, a localização, o tipo de conversa, as reflexões.

 

Prof. Dr. Fernando C. Ribeiro

Biografia do Autor

Fernando da Costa Ribeiro, Universidade Federal do Pará

Doutor (UAA/UNB), Mestre (UAA/UJAEN-ES), especialista em Educação (NAEA/UFPA). Pedagogo (UNIP) e Professor(UFRRJ). E-mail: ecofernando@uol.com.br.

Downloads

Publicado

08/07/2021

Como Citar

Ribeiro, . F. da C. . . (2021). Proposta Metodológica Grupo Focal Educação Ambiental vertentes filosóficas e teóricas. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 4–26. https://doi.org/10.51891/1481

Edição

Seção

E-books

Categorias

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.