RETINOPATIA DIABÉTICA: FOTOCOAGULAÇÃO A LASER E CONTROLE SISTÊMICO DOS NÍVEIS DE GLICOSE NO SANGUE

Autores

  • Thiago Barbosa Fernandes FAMINAS – BH
  • Eduarda Vasconcelos Pollarini Universidade de Itauna
  • Pedro Pereira da Silva Neto Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Jordânia Santos Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Natália Resende Ferreira Universidade de Itaúna – UIT

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v10i7.14770

Palavras-chave:

Retinopatia diabética. Fotocoagulação a laser. Gerenciamento sistêmico do controle da glicemia e resultados clínicos.

Resumo

A Retinopatia Diabética é uma complicação ocular crônica e progressiva que afeta significativamente os indivíduos com diabetes mellitus não controlada. Caracteriza-se pela deterioração dos vasos sanguíneos da retina, podendo levar a perda de visão irreversível se não tratada precocemente. Uma das modalidades terapêuticas mais estabelecidas é a Fotocoagulação a Laser, que visa reduzir o edema macular e prevenir o desenvolvimento de neovascularização. Objetivo: avaliar a eficácia da Fotocoagulação a Laser em pacientes com Retinopatia Diabética, considerando o controle sistêmico dos níveis de glicose como variável interveniente. Metodologia: seguiu-se as diretrizes do PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses). Utilizando as bases de dados PubMed, Scielo e Web of Science, foram explorados artigos publicados nos últimos 10 anos, utilizando os descritores "diabetic retinopathy", "laser photocoagulation", "blood glucose control", "systemic management" e "clinical outcomes". Os critérios de inclusão foram: estudos clínicos controlados randomizados, revisões sistemáticas e meta-análises, publicados em inglês, português ou espanhol. Os critérios de exclusão foram: estudos sem grupo controle, relatos de casos e estudos com amostras menores que 20 pacientes. Resultados: Destacaram-se a eficácia da Fotocoagulação a Laser na redução do risco de progressão da Retinopatia Diabética, especialmente quando combinada com um controle rigoroso dos níveis de glicose. Observou-se que a intervenção precoce e o manejo adequado da diabetes contribuem significativamente para a preservação da visão e melhoria da qualidade de vida dos pacientes afetados. Conclusão: a Fotocoagulação a Laser continua sendo uma terapia eficaz e amplamente utilizada na prática clínica para o tratamento da Retinopatia Diabética. A integração deste procedimento com medidas de controle sistêmico dos níveis de glicose demonstrou resultados promissores na prevenção de complicações oculares graves associadas ao diabetes mellitus não controlado. Essa revisão reforça a importância de estratégias multidisciplinares no manejo dessa condição crônica, visando não apenas a preservação da visão, mas também a promoção da saúde geral dos pacientes diabéticos.

Biografia do Autor

Thiago Barbosa Fernandes, FAMINAS – BH

Acadêmico de Medicina, FAMINAS – BH.

Eduarda Vasconcelos Pollarini, Universidade de Itauna

Acadêmica de Medicina, Universidade de Itauna (UIT).

Pedro Pereira da Silva Neto, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Acadêmico de Medicina, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFTM.

Jordânia Santos Oliveira, Universidade Federal de Viçosa

Médica Revalidada via Revalida Inep pela UFV — Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, UNE-Universidade Nacional Ecológica - Santa Cruz de la Sierra/ Bolívia

Natália Resende Ferreira, Universidade de Itaúna – UIT

Acadêmica de Medicina, Universidade de Itaúna – UIT.

Downloads

Publicado

2024-07-02

Como Citar

Fernandes, T. B., Pollarini, E. V., Silva Neto, P. P. da, Oliveira, J. S., & Ferreira, N. R. (2024). RETINOPATIA DIABÉTICA: FOTOCOAGULAÇÃO A LASER E CONTROLE SISTÊMICO DOS NÍVEIS DE GLICOSE NO SANGUE. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 10(7), 329–338. https://doi.org/10.51891/rease.v10i7.14770