A INFLUÊNCIA DA REDE DE APOIO FAMILIAR NO PROCESSO DE REABILITAÇÃO DO IDOSO COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO

Autores

  • Monalisa Dornelas Silva UNIFAVIP
  • Márcia Cristina de Santana Silva UNIFAVIP
  • Maria Eduarda Pontes dos Santos Universidade Federal de Pernambuco
  • Mariana Valença do Nascimento UNIFAVIP

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v10i6.14437

Palavras-chave:

Apoio Familiar. Reabilitação. Acidente Vascular Encefálico.

Resumo

O acidente vascular encefálico é um problema de saúde pública que impacta diretamente a qualidade de vida de indivíduos acometidos. Na população idosa, além do processo fisiológico do envelhecimento, o diagnóstico desta patologia traz repercussões biopsicossociais que impactam diretamente no processo de reabilitação. Torna-se crucial, portanto, a colaboração efetiva da família para o sucesso do processo de reabilitação. Este estudo possui como objetivo evidenciar de que forma a rede de apoio familiar influencia no processo reabilitativo do idoso após o diagnóstico de acidente vascular encefálico. O estudo trata-se de um relato de experiência do atendimento clínico vivenciado no estágio curricular a uma paciente diagnosticada com Acidente Vascular Encefálico (AVE), na clínica-escola do Centro Universitário Vale do Ipojuca, na cidade de Caruaru – PE. A partir dos atendimentos, foi possível identificar avanços consideráveis no quadro funcional da paciente. Além da reabilitação física, a abordagem da família e da paciente proporcionaram a redução das queixas psicológicas familiares, acarretando maior assistência em seu núcleo familiar durante o processo terapêutico de reabilitação. É possível concluir que o núcleo familiar desempenha um papel crucial no sucesso do tratamento fisioterapêutico da paciente, desde a garantia da participação no processo terapêutico, até o sucesso do prognóstico adequado. Sendo assim, é fundamental a integração do núcleo familiar no processo reabilitativo.

Biografia do Autor

Monalisa Dornelas Silva, UNIFAVIP

Graduanda em Fisioterapia - Centro Universitário Vale do Ipojuca UNIFAVIP/WYDEN. 

Márcia Cristina de Santana Silva, UNIFAVIP

Graduanda em Fisioterapia - Centro Universitário Vale do Ipojuca UNIFAVIP/WYDEN.

Maria Eduarda Pontes dos Santos, Universidade Federal de Pernambuco

Mestre em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco. 

Mariana Valença do Nascimento, UNIFAVIP

Bacharel em Fisioterapia Unifavip/Wyden, e Pós-graduada em Osteopatia EBRAFIM.

 

Downloads

Publicado

2024-06-06

Como Citar

Silva, M. D., Silva, M. C. de S., Santos, M. E. P. dos, & Nascimento, M. V. do. (2024). A INFLUÊNCIA DA REDE DE APOIO FAMILIAR NO PROCESSO DE REABILITAÇÃO DO IDOSO COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 10(6), 1007–1014. https://doi.org/10.51891/rease.v10i6.14437

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.