TRÁFICO DE PESSOAS PARA FINS DE EXPLORAÇÃO SEXUAL NA FRONTEIRA BRASIL-VENEZUELA: DESAFIOS E FORMAS DE PREVENÇÃO E COMBATE AO ILÍCITO

Autores

  • Larissa de Alencar Mahon Universidad de La empresa

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1368

Palavras-chave:

: Política Migratória. Tráfico de pessoas. Violação de Direitos humanos.

Resumo

O presente artigo objetiva demonstrar de que forma os entraves criados por uma política migratória restritiva, aliados à falta de políticas públicas de integração social e às ausências estruturais locais para receber estes imigrantes, podem se relacionar com o aumento do número de casos de tráfico de seres humanos. Aponta-se os principais motivos para o crescimento do fluxo migratório venezuelano para o Brasil nos últimos cinco anos, as graves violações de direitos humanos sofridas pelos imigrantes, as principais rotas de tráfico para fins de exploração sexual na fronteira Brasil-venezuela, os meios de atuação das organizações criminosas, bem como as estratégias utilizadas no combate ao crime.

Biografia do Autor

Larissa de Alencar Mahon, Universidad de La empresa

Mestranda em Direito das Relações Internacionais pela Universidad de La empresa em Montevideo, Uruguay; Pós- Graduação lato sensu em Direito Civil e Processual Civil pela Faculdade Maurício de Nassau, em convênio com a Escola de Magistratura de PE (2006-2008);Pós- graduação lato sensu em Direito Público pela UNIDERP-MS (2007). Graduação pela faculdade de Direito de Olinda em 2005.  Cargo atual: Analista Judiciária do TJPE desde 2010. Assessora de magistrado.

Downloads

Publicado

30/06/2021

Como Citar

Mahon, L. de A. (2021). TRÁFICO DE PESSOAS PARA FINS DE EXPLORAÇÃO SEXUAL NA FRONTEIRA BRASIL-VENEZUELA: DESAFIOS E FORMAS DE PREVENÇÃO E COMBATE AO ILÍCITO. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(6), 245–265. https://doi.org/10.51891/rease.v7i6.1368