FARINHA DE MARACUJÁ-AMARELO – Passiflora edulis F. Flavicarpa: Aplicabilidade no tratamento da Diabetes Mellitus Tipo II

Autores

  • Aline Luciene Manzoli
  • Dayelle Lago Araújo
  • Gabrielle Barreto Julião
  • Anna Maly de Leão Neves e Eduardo

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i5.1201

Palavras-chave:

Diabetes Mellitus tipo II. Farinha de maracujá-amarelo. Hipoglicemiantes orais. Passiflora edulis F. Flavicarpa.

Resumo

A Diabetes Mellitus tipo II é uma doença consequente de uma série de distúrbios metabólicos, que atualmente afeta a vida de 422 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Existem diversas classes de hipoglicemiantes orais usados no tratamento da doença que são altamente eficazes e eficientes. Entretanto, há inúmeros estudos testando a efetividade de tratamentos alternativos e simultâneos, como, a ingestão da farinha de maracujá-amarelo. O objetivo deste trabalho é analisar o perfil glicêmico de diabéticos comparando os mecanismos de ação de hipoglicemiantes orais e a atividade da farinha, a fim de avaliar sua eficácia no tratamento. Trata-se de uma revisão de literatura com base em artigos científicos publicados entre os anos de 2010 e 2021, pesquisados nas bases de dados Scielo, Lilacs, BVS e Pubmed, além de revistas médicas. Perante as considerações apresentadas e avaliadas, conclui-se que a farinha de maracujá-amarelo possui eficácia na redução dos marcadores do perfil glicêmico.

 

Biografia do Autor

Aline Luciene Manzoli

Graduandas do curso de Farmácia, Brasília-DF.

Dayelle Lago Araújo

Graduandas do curso de Farmácia, Brasília-DF.

Gabrielle Barreto Julião

Graduandas do curso de Farmácia, Brasília-DF. E-mail: gabriellejbarreto@gmail.com.

Anna Maly de Leão Neves e Eduardo

Professora Orientadora, Brasília-DF.

Downloads

Publicado

31/05/2021

Como Citar

Manzoli, A. L. ., Araújo, D. L. ., Julião, G. B. ., & Eduardo, A. M. de L. N. e . (2021). FARINHA DE MARACUJÁ-AMARELO – Passiflora edulis F. Flavicarpa: Aplicabilidade no tratamento da Diabetes Mellitus Tipo II. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(5), 462–479. https://doi.org/10.51891/rease.v7i5.1201