OS DESAFIOS DE DIAGNOSTICAR E TRATAR CORRETAMENTE OS PACIENTES COM TRANSTORNO FACTÍCIO: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Bruna Vaz do Amaral Universidade de Vassouras
  • Carmine Martuscello Netto Universidade de Vassouras

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5359

Palavras-chave:

Transtorno factício. Transtornos somatoformes. Síndrome de Munchausen.

Resumo

O transtorno factício consiste na apresentação de sinais e sintomas clínicos simulados por paciente que encontra conforto psicológico em assumir o papel de enfermo sem vislumbrar ganhos secundários por tal condição. Dada a variedade de sinais e sintomas, que podem ser simulados, físicos e psicológicos, além da subjetividade dos mesmos, a incidência e prevalência deste transtorno são desconhecidas, e o diagnóstico e manejo desta condição consistem em verdadeiros desafios para as equipes de saúde, sendo que quando realizados de maneira errônea representam um aumento na morbimortalidade dos casos. Esta revisão de literatura visa evidenciar a dificuldade diagnóstica que o transtorno factício impõe, por sua própria natureza, e a importância da discussão acerca dessa patologia entre os profissionais de saúde, de modo a permitir um maior número de condutas acertadas e a consequente diminuição da morbimortalidade desses pacientes.

Biografia do Autor

Bruna Vaz do Amaral, Universidade de Vassouras

Discente do Curso de Medicina, Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil. E-mail: E-mail: brunaamaral280@gmail.com.

Carmine Martuscello Netto, Universidade de Vassouras

Docente da Curso de Medicina, Universidade de Vassouras, Vassouras, Rio de Janeiro, Brasil.

Downloads

Publicado

31/05/2022

Como Citar

Amaral, B. V. do ., & Martuscello Netto, C. . (2022). OS DESAFIOS DE DIAGNOSTICAR E TRATAR CORRETAMENTE OS PACIENTES COM TRANSTORNO FACTÍCIO: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 8(5), 643–652. https://doi.org/10.51891/rease.v8i5.5359