JOGOS, O LÚDICO E A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Vanusia Rodrigues da Silva Universidad Interamericana
  • Marcel Pereira Pordeus Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i7.1722

Palavras-chave:

Educação Infantil. Jogos e brincar. Desenvolvimento infantil. Práticas pedagógicas.

Resumo

Este artigo é um recorte da minha dissertação de mestrado, realizado na Universidad Interamericana. Para tanto, outros pesquisadores foram essenciais para aglutinar saber nesta pesquisa. Com efeito, a aprendizagem é um fenômeno em que muitos fatores devem ser levados em consideração ao se examinar suas características, tais como: as implicações sociolinguísticas, psicolinguísticas, psicológicas, socioeconômicas e políticas. Deste fato, a presente pesquisa teve por objetivo a realização de uma reflexão crítica acerca do processo de ensino e aprendizagem na Educação Infantil, evidenciando a importância do brincar e dos jogos neste desenvolvimento. As reflexões deste trabalho foram tecidas por meio da revisão de literatura, essencialmente a partir das preposições teóricas de Piaget (1970, 1973, 1975, 1976), Vygotsky (1978, 2007) e Montessori (1965, 1987) acerca do processo da aprendizagem e desenvolvimento infantil, bem como a importância da prática pedagógica lúdica. A primeira parte da pesquisa foi composta pela análise das leis e normativas nacionais sobre Educação Infantil, especificamente sobre o que versam a respeito da importância dos jogos e do brincar, tais como: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (BRASIL, 1996/2005), Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica (BRASIL, 2013), as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (BRASIL, 2010), Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (BRASIL, 1998) e critérios para um atendimento em creches que respeite os direitos fundamentais as crianças (BRASIL, 2009). Percebe-se que normativas nacionais destacam a importância do lúdico no trabalho educacional para educação infantil, cabe a cada educador se apropriar desses documentos, que possuem ricas contribuições e diretrizes para guiar a prática educativa. Os teóricos estudados, Piaget, Vygotsky e Montessori, cada um de sua forma, destacam a função da brincadeira para o processo de desenvolvimento e aprendizagem infantil. Depreende-se que o jogo – o brincar, o lúdico – deve ser um meio de oferecer às crianças um ambiente de aprendizagem prazeroso, motivador e planejado. O jogo pelo o jogo não consegue atingir o objetivo de aprendizagem apenas com um planejamento e adequação do conteúdo aos jogos é que será possível se atingir as metas propostas.

Biografia do Autor

Vanusia Rodrigues da Silva, Universidad Interamericana

Professora e mestra em Ciências da Educação pela Universidad Interamericana. E-mail: vanusia1966@gmail.com

Marcel Pereira Pordeus, Universidade Estadual do Ceará

Professor e mestre em Planejamento e Políticas Públicas pela UECE. E-mail: marcel.pordeus@aluno.uece.br.

Downloads

Publicado

31/07/2021

Como Citar

Silva, V. R. da ., & Pordeus, M. P. . (2021). JOGOS, O LÚDICO E A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(7), 808–819. https://doi.org/10.51891/rease.v7i7.1722

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>