CÂNCER INFANTIL: O IMPACTO DO DIAGNÓSTICO PARA A CRIANÇA E FAMILIARES

Autores

  • Leidiane Silva de Oliveira Faculdade Unibrás de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.51891/rease.v7i5.1223

Palavras-chave:

Câncer. Enfermagem. Diagnóstico.

Resumo

O câncer infantil corresponde a várias doenças. A característica comum dessa doença é a proliferação descontrolada de células anormais. Essa doença pode ocorrer em qualquer parte do corpo. Estima-se que 70% das crianças com câncer podem ser curadas se diagnosticadas precocemente e tratadas corretamente. No centro, a maioria das pessoas tem boa qualidade de vida após o tratamento. A diferença entre o câncer adulto e o infantil é que a infância geralmente afeta as células do sistema sanguíneo e os tecidos de suporte. Métodos: O presente estudo trata-se de uma pesquisa bibliográfica, cuja trajetória metodológica percorrida apoiou-se nas literaturas exploratórias e seletivas do material de pesquisa, bem como em sua revisão integrativa, que contribui para o processo de síntese e análise dos resultados de vários estudos. Resultados: Posteriormente, o diagnóstico dessa mudança passou a ocorrer em todas as direções, caracterizando-se por um período em que ambos os lados foram rejeitados. Conclusão: Após este estudo pode-se dizer que o câncer é uma doença que acarreta muitas repercussões tanto na vida da pessoa que adoece quanto na dos familiares que acompanham o processo desde o diagnóstico, passando pelo tratamento e recuperação dos casos, requerendo desta forma uma forte atuação da equipe multiprofissional de saúde em relação à avaliação e todo suporte à pessoa e sua família. O diagnóstico do câncer infantil causa dor, ansiedade e inúmeras variedades de sentimentos. Passar por esse processo é doloroso e envolve muito medo e ansiedade, momentos muito delicados para a criança e sua família.

Biografia do Autor

Leidiane Silva de Oliveira , Faculdade Unibrás de Goiás

 Acadêmica do Curso de Enfermagem da Faculdade Unibrás de Goiás.

 

Downloads

Publicado

31/05/2021

Como Citar

Oliveira , L. S. de . (2021). CÂNCER INFANTIL: O IMPACTO DO DIAGNÓSTICO PARA A CRIANÇA E FAMILIARES. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(5), 635–644. https://doi.org/10.51891/rease.v7i5.1223