MOVIMENTO BRASILEIRO DE ALFABETIZAÇÃO (MOBRAL): AS BALIZAS CURRICULARES, PEDAGÓGICAS E TÉCNICAS

doi.org/10.29327/217514.7.1-28

Autores

  • Leni Rodrigues Coelho Universidade do Estado do Amazonas -UEA

Palavras-chave:

MOBRAL. Alfabetização. Educação de adultos.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar os manuais pedagógicos do Movimento Brasileiro de Alfabetização, ressaltando as concepções curriculares, pedagógicas e técnicas adotadas pelo movimento. O MOBRAL, foi criado no governo de Costa e Silva, em 15 de dezembro de 1967, pela Lei nº 5.379 e tinha como objetivo financiar e orientar tecnicamente programa de alfabetização funcional e de educação continuada para adolescentes e adultos. No entanto, foi a partir de 1970, mediante sua desvinculação do Ministério da Educação e vinculação com o Ministério do Planejamento que este se tornou o maior movimento de educação de massa.

 

Biografia do Autor

Leni Rodrigues Coelho, Universidade do Estado do Amazonas -UEA

Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM), mestra em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e doutoranda em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É professora assistente na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), na Escola Normal Superior (ENS). E-mail: lenicoelho@yahoo.com.br.

Downloads

Publicado

30/01/2021

Como Citar

Coelho, L. R. . (2021). MOVIMENTO BRASILEIRO DE ALFABETIZAÇÃO (MOBRAL): AS BALIZAS CURRICULARES, PEDAGÓGICAS E TÉCNICAS: doi.org/10.29327/217514.7.1-28. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(1), 21. Recuperado de http://periodicorease.pro.br/rease/article/view/458