CHOMSKY E A LINGUAGEM: UM ESTUDO ACERCA DA TEORIA INATISTA

doi.org/10.29327/217514.7.1-6

Autores

  • Suely Symara de Almeida Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Chomsky. Capacidade inata. Linguagem.

Resumo

A teoria de Chomsky nos faz refletir sobre o nosso próprio comportamento e também pensar em como o meio em que estamos inseridos influencia as nossas ações e comportamentos em determinadas situações do dia a dia. Dessa forma, o objetivo deste artigo é entender e compreender a teoria inatista de Chomsky. O trabalho se respalda nos estudos de Chomsky (2005) e também nos estudos de Langacker (1990), Parreira (2017), Reis (2009), entre outros. A pesquisa apresenta um caráter bibliográfico. O estudo nos fez compreender a forma como nós seres humanos nos comunicamos em sociedade e principalmente entendermos ser através da linguagem, ou seja, são as nossas competências linguísticas e gramaticais que nos impulsionam para todas as atividades, pois já nascemos e trazemos essa capacidade inata conosco desde o nascimento por isso, somos capazes de andar, falar e escrever.

Biografia do Autor

Suely Symara de Almeida, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PPGL/UERN). E-mail: suelysymara@hotmail.com.

Downloads

Publicado

30/01/2021

Como Citar

Almeida, S. S. de . (2021). CHOMSKY E A LINGUAGEM: UM ESTUDO ACERCA DA TEORIA INATISTA: doi.org/10.29327/217514.7.1-6. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(1), 09. Recuperado de http://periodicorease.pro.br/rease/article/view/432